Meteorologia

  • 20 SETEMBRO 2021
Tempo
26º
MIN 17º MÁX 27º

Edição

Novo rapto de número indeterminado de crianças de escola na Nigéria

Várias crianças foram raptadas no domingo, por homens armados, de uma escola no centro norte da Nigéria, numa altura em que os sequestros em massa estão a aumentar no pais, revelaram fontes das autoridades e locais.

Novo rapto de número indeterminado de crianças de escola na Nigéria
Notícias ao Minuto

06:10 - 31/05/21 por Lusa

Mundo Nigéria

"Ainda é incerto o número de alunos da escola islâmica Salihu Tanko sequestrados com passageiros de um autocarro", depois de um grupo de homens armados ter atacado a escola, avançou o Governo nigeriano na rede social Twitter.

"Os sequestradores libertaram 11 crianças, que eram muito pequenas para andar", acrescentou o executivo, que considerou o acontecimento "infeliz".

Na escola Salihu Tanko Koranic estavam cerca de 200 crianças no momento do ataque, mas várias conseguiram escapar, segundo um dos residentes, que quis manter o anonimato para sua segurança, citado pela agência France-Presse.

"No início eles levaram mais de 100 alunos, mas depois deixaram aqueles que consideravam pequenos, aqueles entre 4 e os 12 anos", disse ainda o morador, acrescentando que não tinha números precisos sobre o número de crianças raptadas.

Este rapto ocorre um dia após a libertação de 14 estudantes no estado de Kaduna (no norte do país), que estiveram 40 dias sequestrados.

Cinco estudantes foram executados pelos raptores nos dias seguintes ao sequestro para pressionar as famílias e o Governo nigeriano a pagar o resgate.

Na imprensa local, as famílias afirmaram ter de pagar 180 milhões de nairas (357 mil euros) no total para encontrar os seus filhos.

Esses grupos armados têm vindo a aterrorizar as populações no centro-oeste e noroeste da Nigéria, saqueando vilas, roubando gado e realizando sequestros em massa para obter resgates.

Há vários meses que esses grupos estão envolvidos em sequestros em massa contra escolas: 730 crianças e adolescentes já foram raptados desde dezembro de 2020.

Leia Também: Oito mortos no Níger dos quais quatro civis em ataque jihadista em Diffa

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório