Meteorologia

  • 22 OUTUBRO 2021
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 23º

Edição

Lembra-se da escola de ballet em favela do Rio? Foi invadida pela polícia

Uma escola de ballet localizada numa das favelas mais violentas do Rio de Janeiro, e que inspirou uma série documental da atriz Gal Gadot, conhecida pelo papel de "Mulher-Maravilha", foi invadida na quinta-feira por agentes policiais.

Lembra-se da escola de ballet em favela do Rio? Foi invadida pela polícia
Notícias ao Minuto

09:25 - 28/05/21 por Lusa

Mundo Brasil

Segundo a diretora da escola, Tuany Nascimento, o incidente ocorreu por volta das 07h30, hora local (11h30 em Lisboa), quando cinco polícias militares, encapuzados e armados, chegaram à sede da escola "Na Ponta dos Pés", poucos minutos depois de um grupo de alunos ter saído para um passeio.

"Eles começaram a entrar e a remexer nas coisas. Eu disse que eles não tinham o direito de entrar dessa forma, pedi que fizessem o favor de se identificarem, e um deles respondeu que sim, que podiam entrar por onde quisessem, e eles entraram", contou a diretora à agência espanhola EFE.

"Na ponta dos pés" é um projeto social que funciona como Organização Não-Governamental (ONG) e no qual, além de serem dadas aulas de dança clássica, são ministradas aulas de teatro e de artes marciais para cerca de 250 crianças e jovens, com o objetivo de lhes oferecer uma opção de vida diferente da criminalidade e drogas.

A escola está localizada no Complexo do Alemão, um grupo de favelas na zona norte do Rio de Janeiro, onde a violência e tiroteios entre grupos criminosos e agentes da polícia são constantes.

O que aconteceu na quinta-feira faz parte do quotidiano do complexo e de muitas favelas do Rio de Janeiro, onde as autoridades abusam do poder, segundo relatos de várias ONG.

Depois de os agentes deixarem o local, Tuany Nascimento entrou em contacto com as autoridades da região para pedir explicações.

"Tudo isso aconteceu por falta de respeito. Não tenho nenhum problema com a figura do polícia, o problema é com a forma como atuam connosco nas favelas, como se não tivéssemos valor, como se não fôssemos humanos, como se nós não tivéssemos o direito a ter direitos", lamentou.

A invasão dos polícias ocorreu a poucas semanas de a história deste projeto ser exibida nos Estados Unidos, como parte da série documental "Impact with Gal Gadot" (Impacto com Gal Gadot, na tradução em português), produzida pela atriz israelita.

A série é composta por seis episódios que contam a história de projetos no Brasil, na ilha de Porto Rico e nos estados norte-americanas de Michigan, Califórnia, Louisiana e Tennessee, que foram concebidos por mulheres que lutaram contra a discriminação, violência, opressão e pobreza. O capítulo sobre esta escola brasileira será lançado em 31 de junho.

Fundado há nove anos, o projeto "Na ponta dos pés" surgiu com o objetivo de formar e transformar a vida de crianças e jovens através da dança.

O projeto funcionou até 2019 num campo de basquetebol do complexo, com aulas realizadas ao ar livre, sob ameaça constante de tiroteios, mas hoje já possui sede própria.

Leia Também: Brasil comemora mais quatro estados livres da febre aftosa sem vacina

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório