Meteorologia

  • 22 JUNHO 2021
Tempo
17º
MIN 15º MÁX 23º

Edição

Covid-19: Primeiro-ministro francês garante que vai haver passe sanitário

Após uma primeira rejeição na Assembleia Nacional, o primeiro-ministro francês, Jean Castex, assegurou hoje que o país vai mesmo ter um passaporte sanitário garantindo que haverá uma reapreciação da medida a partir desta noite.

Covid-19: Primeiro-ministro francês garante que vai haver passe sanitário
Notícias ao Minuto

21:26 - 11/05/21 por Lusa

Mundo Jean Castex

"Vai haver um passe sanitário", insistiu esta noite Jean Castex, em entrevista no canal de televisão público "France 2".

O passe sanitário, que permitiria atestar que uma pessoa tinha sido recentemente testada e era negativa à covid-19 ou então que tinha tido o vírus há menos de dois meses, foi rejeitado esta tarde na Assembleia Nacional, por um voto 103 a favor e 108 contra.

Esta medida faz parte do projeto de lei "gestão da saída da crise sanitária" que vai prolongar os poderes extraordinários da autoridades franceses face à pandemia até final de outubro.

O passe sanitário chega numa altura que a França quer acelerar o desconfinamento, já que os números da pandemia continuam a diminuir.

Nas últimas 24 horas houve 251 mortes devido ao vírus, elevando o total de mortes no país para 106.935 óbitos.

Nos hospitais há agora 25.028 pessoas internadas devido ao vírus e 4.743 pessoas estão em estado grave.

Desde segunda-feira foram detetados 19.791 novos casos do vírus.

A pandemia de Covid-19 provocou, pelo menos, 3.306.037 mortos no mundo, resultantes de mais de 158,8 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Leia Também: França regista mais de 19 mil casos e 251 óbitos nas últimas 24 horas

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório