Meteorologia

  • 23 JUNHO 2021
Tempo
22º
MIN 15º MÁX 27º

Edição

Duma vai avaliar lei para impedir opositores de concorrer a legislativas

A Câmara Baixa do Parlamento russo (Duma) vai examinar uma proposta de lei que pode interditar pessoas envolvidas em organizações "extremistas" ao cargo de deputado, visando apoiantes do líder da oposição Alexei Navalny.

Duma vai avaliar lei para impedir opositores de concorrer a legislativas
Notícias ao Minuto

13:59 - 11/05/21 por Lusa

Mundo Rússia

"A primeira exposição da proposta de lei está marcada para o dia 18 de maio. É importante que não haja atrasos. Nós contamos com o apoio dos nossos parceiros para estas novas regras de funcionamento antes das próximas eleições", disse o deputado Vassili Piskarev em declarações publicadas no sistema de mensagens Telegram da comissão responsável pelas ingerências nos assuntos internos da Rússia.

O texto tem efeitos retroativos e visa todas as pessoas que ocuparam cargos de responsabilidade numa organização até três anos antes de ter sido qualificada formalmente como "extremista".

A lei está a ser preparada numa altura em que se aguarda o anúncio, em dia 17 de maio, da decisão da Justiça sobre a queixa da Procuradoria de Moscovo, que pretende que a delegação regional do Fundo de Luta Contra a Corrupção, organização fundada por Navalny, seja declarada coo "extremista".

O oposicionista Alexei Navalny, detido desde janeiro, contava apresentar candidatos da organização que fundou às legislativas do próximo mês de setembro e apoiar outras formações políticas que se mostram contrárias às políticas do Kremlin.

Se as organizações forem classificadas como "extremistas" passam a ser "de facto" ilegalizadas e os membros podem vir a cumprir penas de prisão efetiva. 

As delegações regionais de Alexei Navalny anunciaram a dissolução dos organismos no passado mês de abril.

A rede de postos regionais de Navalny já consta, desde abril, de uma lista de organizações "extremistas e terroristas" dos serviços de informações financeiros da Rússia.  

A lista é composta por centenas de organizações e personalidades russas e estrangeiras, nomeadamente a Al Qaeda e o grupo Estado Islâmico.

Leia Também: Putin ordena revisão da lei das armas após massacre em escola de Kazan

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório