Meteorologia

  • 23 JUNHO 2021
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 27º

Edição

Lula sobre tiroteio no Rio de Janeiro: "Isso não é segurança pública"

Número de vítimas mortais da operação policial contra o grupo criminoso Comando Vermelho, na comunidade de Jacarezinho, subiu hoje para 25.

Lula sobre tiroteio no Rio de Janeiro: "Isso não é segurança pública"

Lula da Silva considerou "grave" uma operação policial no Rio de Janeiro ter terminado, esta quinta-feira, na morte de, pelo menos, 25 pessoas.

O ex-presidente brasileiro recorreu ao Twitter para reagir ao sucedido, defendendo que "isso não é segurança pública". Lula defende que "a causa de boa parte da violência" é "a ausência do Estado oferecendo educação e emprego".

"Os brasileiros estão morrendo sem vacina, de fome e pela violência. Vidas brasileiras importam", escreveu ainda o líder petista.

Entre as vítimas mortais deste tiroteio está o inspetor de polícia André Leonardo de Mello Frias, informou a Polícia Civil do Rio de Janeiro.

As primeiras notícias davam conta de 15 vítimas na operação da polícia contra o grupo criminoso Comando Vermelho (CV) na comunidade de Jacarezinho, número que foi entretanto revisto em alta, para 25 mortos.

O CV é a maior organização criminosa do Rio de Janeiro e atua na comunidade do Jacarezinho. 

Segundo a Polícia Civil 'carioca', devido à dificuldade de se operar no terreno, devido às barricadas e das táticas de guerrilha realizadas pelos grupos criminosos, o local abriga uma quantidade relevante de armamentos, que seriam utilizados na retoma de controlo de territórios perdidos para fações rivais ou para se reforçar de possíveis investidas das polícias.

Leia Também: Tiroteio em operação da polícia provoca 15 mortos no Rio de Janeiro

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório