Meteorologia

  • 21 SETEMBRO 2021
Tempo
27º
MIN 18º MÁX 28º

Edição

MSF alerta para "níveis alarmantes de desnutrição" em Tigray

A organização Médicos Sem Fronteiras (MSF) alertou hoje para os "níveis alarmantes de desnutrição" entre crianças e mulheres grávidas no noroeste da região etíope de Tigray, que está envolvida num conflito armado com o Governo do país desde novembro.

MSF alerta para "níveis alarmantes de desnutrição" em Tigray
Notícias ao Minuto

22:48 - 05/05/21 por Lusa

Mundo Etiópia

"Embora a verdadeira extensão da desnutrição em muitas áreas seja desconhecida, os pacientes examinados na maioria destas sete áreas rurais dizem-nos que não conseguem aceder aos limitados pontos de distribuição de alimentos", afirmou a chefe do departamento de assistência de emergência da MSF, Karline Kleijer, citada num comunicado.

Numa das clínicas móveis da organização na região, 26,6% das 309 crianças tratadas nas últimas semanas estavam desnutridas, enquanto mais de 6% estavam gravemente desnutridas, de acordo com um documento da MSF citado pela agência noticiosa Efe.

"Estamos extremamente preocupados com o estado de nutricional da população e sentimos que a situação exige uma ação imediata", acrescentou Kleijer.

O coordenador de emergência da MSF, Tommaso Santo, disse também ter encontrado pessoas com "muito pouco acesso à distribuição de água potável e que não podem realizar atividades comerciais devido ao encerramento de alguns mercados".

A organização adverte também que muitas mulheres grávidas que foram atendidas estão também malnutridas, o que pode aumentar o risco de complicações, incluindo morte, durante a gravidez e o parto.

"Embora a desnutrição infantil varie de lugar para lugar, a desnutrição aguda no geral aumentou em Tigray nos últimos meses, já que a qualidade e quantidade de alimentos disponíveis diminuiu drasticamente", explicou Santo, que acrescentou que muitas famílias "comem apenas uma vez por dia e, muitas vezes, apenas pão".

Segundo o responsável, algumas das áreas nesta região norte apresentam já níveis de desnutrição aguda "acima do limiar de emergência", uma situação que deverá agravar-se com o início da época chuvosa.

"O prognóstico para os próximos meses é sombrio", alertou o coordenador da MSF, sublinhando que o acesso a campos agrícolas é limitado devido ao conflito.

O primeiro-ministro etíope, Abiy Ahmed, Prémio Nobel da Paz em 2019, lançou uma intervenção militar em 04 de novembro para derrubar a Frente de Libertação do Povo Tigray (TPLF), o partido eleito e no poder no estado, e declarou a vitória em 28 de novembro, ainda que os combates continuem.

O Exército federal etíope foi apoiado por forças da Eritreia. Depois de vários dias, Abiy Ahmed declarou vitória em 28 de novembro, com a captura da capital regional, Mekele, frente à TPLF que, até à chegada de Abiy Ahmed, controlou a Etiópia durante quase 30 anos.

No entanto os combates continuaram e as forças eritreias são acusadas de conduzirem vários massacres e crimes sexuais.

Leia Também: Cerca de 155 milhões de pessoas precisaram de ajuda humanitária em 2020

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório