Meteorologia

  • 25 FEVEREIRO 2024
Tempo
13º
MIN 13º MÁX 18º

Números voltam a aumentar em Itália. Há mais de 9 mil novos infetados

O país já ultrapassou os 21 milhões de doses da vacina administradas.

Números voltam a aumentar em Itália. Há mais de 9 mil novos infetados
Notícias ao Minuto

16:37 - 04/05/21 por Tomásia Sousa

Mundo Covid-19

Itália reportou 305 mortes e 9.116 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas, anunciou o Ministério da Saúde do país esta terça-feira, acrescentando que já foram administradas mais de 21 milhões de doses da vacina contra o novo coronavírus.

Os dados representam um novo aumento, quer no número de mortes, quer no número de infetados, depois de se terem registado, na segunda-feira, 256 óbitos e 5.948 novos contágios.

O país contabiliza, desde o início da pandemia, 4.059.821 casos de infeção e 121.738 óbitos, o segundo maior número de mortes associadas à Covid-19 na Europa, depois do Reino Unido (mais de 127 mil óbitos).

Quanto aos internamentos, cairam esta terça-feira, quer em enfermaria quer nos cuidados intensivos. Há nesta altura 18.176 italianos com Covid-19 em enfermaria (eram 18.395 no dia anterior) e 2.423 nos cuidados intensivos (eram 2.490 na segunda-feira).

Nas últimas 24 horas foram realizados 315.506 testes de diagnóstico (em comparação com 121.829 no dia anterior).

O número de casos ativos é agora de 413.889, menos 9.669 em relação ao dia anterior.

As pessoas dadas como curadas e recuperadas são, neste momento, 3.524.194, com um aumento de 18.477 em relação à véspera.

Em relação à campanha de vacinação, foram administradas 21.161.899 doses e 6.379.737 pessoas já foram completamente imunizadas.

Itália iniciou há uma semana o levantamento das restrições contra a propagação da pandemia nas zonas de baixo contágio, "zonas amarelas", com a reabertura de bares e restaurantes, assim como de museus, cinemas e teatros, e o regresso à escola dos alunos do secundário.

Catorze regiões italianas das 20 do país têm a classificação de "zona amarela" e desde segunda-feira o Vale de Aosta (norte) é a única "zona vermelha", a de maior risco.

A pandemia de covid-19, transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019 na China, provocou pelo menos 3,2 milhões de mortos no mundo, resultantes de mais de 153,4 milhões de casos de infeção, segundo um balanço da agência France-Presse.

[Notícia atualizada às 17h34]

Leia Também: Reino Unido regista quase dois mil novos casos de Covid-19

Recomendados para si

;
Campo obrigatório