Meteorologia

  • 28 NOVEMBRO 2022
Tempo
17º
MIN 9º MÁX 17º

Índia recebe hoje primeiros equipamentos médicos dos Estados Unidos

Os Estados Unidos anunciaram na quarta-feira o envio de equipamento médico avaliado em mais de 100 milhões de dólares (82,4 milhões de euros) para ajudar a Índia no combate à pandemia, devendo o primeiro carregamento chegar hoje.

Índia recebe hoje primeiros equipamentos médicos dos Estados Unidos
Notícias ao Minuto

07:56 - 29/04/21 por Lusa

Mundo Covid-19

O primeiro avião militar de transporte norte-americano deverá chegar hoje à capital indiana, Nova Deli, indicou a Casa Branca.

Entre a ajuda fornecida pelos Estados Unidos contam-se quase um milhão de testes rápidos de despistagem, que permitem detetar a doença em 15 minutos.

Os equipamentos incluem ainda 100.000 máscaras de proteção N95, destinadas aos trabalhadores na linha da frente da pandemia.

Os EUA deverão ainda fornecer equipamento de oxigenação e material para permitir a produção de mais de 20 milhões de vacinas.

Com uma população de 1,3 mil milhões de habitantes, a Índia está a braços com um surto devastador, que já levou vários países a oferecerem ajuda ao gigante asiático, incluindo Portugal.

A explosão do número de casos, atribuída a uma variante do vírus detetada naquele país asiático e a comícios eleitorais e festivais religiosos em grande escala, sobrecarregou os hospitais, onde faltam camas, medicamentos e oxigénio.

Nas últimas 24 horas, a Índia registou um novo recorde mundial de contágios, com 379.257 casos de covid-19, além de 3.645 mortes, um novo máximo no país.

Desde o início da pandemia, a Índia acumulou 204.832 óbitos e mais de 18,3 milhões de infeções, sendo o segundo país do mundo com mais casos, atrás dos Estados Unidos, e o quarto com mais óbitos, depois dos EUA, Brasil e México.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.137.725 mortos no mundo, resultantes de mais de 148,6 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Leia Também: Goa entra hoje em confinamento após novo recorde de casos de Covid-19

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório