Meteorologia

  • 05 DEZEMBRO 2021
Tempo
13º
MIN 10º MÁX 16º

Edição

NATO exorta Bulgária e Macedónia do Norte a resolverem diferendos

O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, exortou hoje a Macedónia do Norte e a Bulgária, ambos membros da Aliança, a dialogarem para ultrapassarem os seus diferendos históricos e linguísticos.

NATO exorta Bulgária e Macedónia do Norte a resolverem diferendos

Em conferência de imprensa na sequência da visita à sede da NATO, em Bruxelas, do Presidente da Macedónia do Norte, de Stevo Pendarovski, Stoltenberg lembrou que "sempre existiram diferenças" entre alguns dos Estados-membros da organização militar ocidental, que se expandiu para o leste europeu a partir da década de 1990 e conta atualmente com 30 países, mas que no final "são todos aliados que se unem e se comprometem num diálogo construtivo".

"Vimos que existem diferenças, pugnamos por um diálogo construtivo entre os aliados para abordar e resolver essas diferenças", indicou.

As divergências entre a Macedónia do Norte e a Bulgária centram-se na história e na língua destes dois países vizinhos do Sul dos Balcãs.

O processo de adesão da Macedónia do Norte à União Europeia (UE) está bloqueado pelo veto da Bulgária, que exige ao seu vizinho o reconhecimento de uma história e uma língua comuns.

O secretário-geral da NATO recordou que a Macedónia do Norte -- com 25 mil quilómetros quadrados e dois milhões de habitantes --, aderiu há um ano à organização, e que considerou um "benefício" para o país, a sua população e a região dos Balcãs.

O país demonstrou ser um aliado "válido" e "de confiança", disse Stoltenberg, ao recordar a participação macedónia em missões da NATO no Kosovo, Afeganistão e Iraque, e congratular-se pela decisão de Skopje em aumentar em 2024 para 2% a percentagem do seu produto interno bruto (PIB) destinada à área da Defesa.

Por sua vez, o Presidente da Macedónia do Norte referiu que tem prevista uma participação ativa nos desafios da Aliança, incluindo no investimento na Defesa, cooperando com a Aliança e "exportando segurança".

Leia Também: Primeira cimeira de líderes da NATO com Biden terá lugar a 14 de junho

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

;
Campo obrigatório