Meteorologia

  • 20 JUNHO 2021
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 22º

Edição

Venezuela: Vários militares mortos em combate na fronteira com a Colômbia

As autoridades venezuelanas confirmaram hoje que vários oficiais das Forças Armadas Bolivarianas da Venezuela (FANB) morreram em combate com grupos irregulares no estado de Apure (sudoeste do país) fronteiriço com a Colômbia.

Venezuela: Vários militares mortos em combate na fronteira com a Colômbia
Notícias ao Minuto

06:13 - 27/04/21 por Lusa

Mundo Conflito

"As FANB informam que nas últimas 72 horas vêm ocorrendo violentos combates com grupos armados irregulares colombianos, em setores desabitados a oeste de La Victória, município Páez do estado de Apure, como parte da operação Escudo Bolivariano 2021, que começou em 21 de março", explica o ministro venezuelano da Defesa em um comunicado.

No documento, Vladimir Padrino López explica que "em tais confrontos infligimos um número significativo de vítimas" aos grupos mencionados, "conseguindo a destruição de instalações provisórias que pretendiam utilizar para suas atividades criminosas".

Foram também "capturados vários indivíduos que relataram informações valiosas" para ações futuras", explica.

"Lamentavelmente, também faleceram alguns dos nossos 'efetivos' (oficiais), cujos corpos estão sendo identificados pela autópsia correspondente (...) outros ficaram feridos e recebem a devida atenção médica na rede militar e de saúde pública", explica sem precisar o número de militares venezuelanas falecidos ou feridos.

No comunicado, o ministro venezuelano "exalta" a "coragem, honra e o amor patriótico de tão ilustres militares, que oferendaram e continuam arriscando as suas vidas em defesa da soberania e integridade territorial da nação".

"É imperativo lembrar que essas organizações criminosas e terroristas atuam com o apoio da poderosa estrutura de financiamento com que conta a oligarquia colombiana, que tem o infame propósito de exportar o seu modelo 'narco-paramilitar' (traficantes de drogas e paramilitares) para o nosso país, especialmente ao longo do eixo fronteiriço, a fim de criar um território difuso que lhes sirva de base para gerar desestabilização", afirma.

Por outro lado, o ministro Vladimir Padrino López reitera "a firme decisão" das FANB de "consolidar um estado de Apure absolutamente livre, devolvendo paz e tranquilidade aos habitantes da região".

"Nesse sentido, por ordens precisas do cidadão Nicolás Maduro Moros, Presidente Constitucional da Venezuela, nosso Comandante-Chefe, continuaremos e intensificaremos as operações militares que nos permitam neutralizar qualquer reduto desses criminosos, aos que combateremos sem descanso com todas as forças morais e materiais até à sua expulsão total e definitiva derrota", afirma.

O documento conclui com as mensagens "(Hugo) Chávez vive, a Pátria continua", "Independência e pátria socialista... viveremos e venceremos", "Independência ou nada", "Leais sempre, traidores nunca" e "O sol da Venezuela nasce no Esequibo".

Segundo a estação de televisão colombiana NTN24 um general das Forças Armadas Bolivarianas da Venezuela teria falecido durante os confrontos com "a Décima Frente" das subversivas Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

Também que 12 paramilitares teriam morrido em território venezuelano e que teriam sido confiscados 30 fuzis.

Leia Também: Venezuela: Empresa elétrica estatal está à beira da falência

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório