Meteorologia

  • 21 OUTUBRO 2021
Tempo
19º
MIN 15º MÁX 22º

Edição

Combates no norte do Iémen fazem 96 mortos nas últimas 48 horas

Novos combates no Iémen fizeram 96 mortos nas últimas 48 horas na cidade estratégica de Marib, último bastião governamental no norte do país, indicaram hoje fontes militares.

Combates no norte do Iémen fazem 96 mortos nas últimas 48 horas
Notícias ao Minuto

11:17 - 16/04/21 por Lusa

Mundo Iémen

"Os combates puseram em confronto os dois lados em várias frentes na região de Marib, na quarta-feira e na quinta-feira, fazendo 36 mortos entre as forças leais ao governo e 60 entre os rebeldes Huthis", disseram as mesmas fontes. 

A guerra no Iémen começou em meados de 2014, depois de os rebeldes xiitas Huthis, apoiados pelo Irão, terem pegado em armas contra o governo reconhecido internacionalmente do Presidente Abd Rabbo Mansur Hadi e tomado a capital, Sanaa.

O conflito agravou-se em 2015 quando se iniciou a intervenção militar da coligação árabe, liderada pela Arábia Saudita, em apoio de Hadi.

Os seis anos de guerra causaram cerca de 130.000 mortos, segundo a organização Projeto de Localização de Conflitos Armados e Dados de Casos, e milhares de deslocados, além da maior crise humanitária do mundo, de acordo com a ONU.

O secretário-geral adjunto da Organização das Nações Unidas (ONU) para os Assuntos Humanitários avisou na quinta-feira que a crise humanitária no Iémen está a piorar com a pandemia, que "regressou em grande" nas últimas semanas.

Numa atualização perante o Conselho de Segurança da ONU, Mark Lowcock, citado pela agência The Associeated Press, afirmou que dezenas de milhares de pessoas já estão a morrer de fome, com outros cinco milhões perto disso.

Leia Também: Iémen: ONU satisfeita com "consenso" regional para apoio a plano de paz

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório