Meteorologia

  • 16 MAIO 2021
Tempo
17º
MIN 16º MÁX 25º

Edição

Pandemia está numa "fase crítica". OMS alerta para o aumento dos casos

Depois de seis semanas consecutivas de descida no número de novos casos no mundo, a Organização Mundial da Saúde (OMS) alerta agora para um crescimento "exponencial", sobretudo na Ásia e no Médio Oriente.

Pandemia está numa "fase crítica". OMS alerta para o aumento dos casos

A pandemia de Covid-19 está numa "fase crítica", à medida que o número de casos aumenta de forma "exponencial", anunciou a Organização Mundial da Saúde esta segunda-feira.

Na conferência de imprensa desta tarde, o diretor-geral da OMS referiu que, em janeiro e fevereiro deste ano, assistimos a seis semanas consecutivas de descida no número de novos casos em todo o mundo.

Contudo, a tendência inverteu-se e o número de novos casos e mortes associadas à Covid-19 tem vindo a aumentar nas últimas semanas, sobretudo na Ásia e no Médio Oriente.

"Isto apesar de já terem sido administradas mais de 780 milhões de doses da vacina em todo o mundo", sublinhou Tedros Adhanom Ghebreyesus na videoconferência de imprensa regular sobre a evolução da pandemia, transmitida da sede da OMS, em Genebra (Suíça).

"Não se enganem, as vacinas são uma ferramenta vital e poderosa. Mas não são a única ferramenta"

A líder técnica de resposta à Covid-19 na OMS, Maria Van Kerkhove, advertiu também que "a trajetória da pandemia está a crescer exponencialmente", realçando que na semana passada houve um aumento de 90% da transmissão de infeções.

Segundo a epidemiologista norte-americana, as medidas de contenção da pandemia "não são aplicadas consistentemente" pelos países.

O diretor-geral sublinhou, ainda assim, que muitos países mostraram que é possível interromper a transmissão do vírus com medidas de saúde pública.

"Como resultado, muitos desses países conseguiram controlar a Covid-19 e as suas sociedades podem agora desfrutar de eventos desportivos, espetáculos, restaurantes e estar com a família e amigos em segurança", afirmou Tedros Adhanom Ghebreyesus.

A OMS não quer confinamentos sem fim. Nós também queremos a reabertura das sociedades e economias e a retoma das viagens e do comércio. Mas, neste momento, as unidades de cuidados intensivos estão a transbordar em muitos países

O responsável voltou por isso a alertar para o facto de não se tratar de uma gripe: "Pessoas jovens e saudáveis ​​morreram. E ainda não entendemos totalmente as consequências da infeção a longo prazo para aqueles que sobrevivem", revela, notando que muitas pessoas que recuperaram da infeção continuam a ter sintomas como fadiga, tonturas, tremores, insónias, depressão, ansiedade e dores nas articulações durante vários meses.

"Esta pandemia ainda está longe de acabar. Mas temos muitos motivos para estar otimistas", rematou.

Leia Também: Portugal abaixo dos 80 países com mais novos casos e mortes

Notícias ao Minuto nomeado para os Prémios Marketeer

O Notícias ao Minuto é um dos nomeados da edição de 2021 dos Prémios Marketeer, na categoria de Digital Media. As votações decorrem até ao próximo dia 31 de maio.

Para nos ajudar a vencer, basta aceder ao site da iniciativa organizada pela revista Marketeer, clicando aqui, e proceder ao preenchimento do formulário, selecionando Notícias ao Minuto na categoria de Digital Media e formalizando depois a votação. Obrigada pela sua preferência!

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório