Meteorologia

  • 16 ABRIL 2021
Tempo
14º
MIN 13º MÁX 23º

Edição

Variante identificada no Reino Unido predomina nos Estados Unidos

A variante de covid-19 descoberta no Reino Unido, mais contagiosa, é a mais transmissível atualmente nos Estados Unidos, onde também foram detetadas as identificadas no Brasil e África do Sul, confirmou hoje o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças.

Variante identificada no Reino Unido predomina nos Estados Unidos
Notícias ao Minuto

18:15 - 07/04/21 por Lusa

Mundo Covid-19

"As nossas últimas estimativas indicam que a variante B.1.1.7 é agora a variante [do vírus] mais comum que circula nos Estados Unidos", afirmou a diretora do CDC (sigla em inglês do Centro de Controlo), Rochelle Walensky, em conferência de imprensa na Casa Branca.

Todos os estados do país já registaram casos daquela mutação e o número de contágios confirmados dessa variante supera os 16.000, de acordo com o CDC.

Além disso, os Estados Unidos contabilizaram pelo menos 386 infeções da variante da África do Sul, presente em 36 dos estados e territórios do país, e 356 da mutação identificada no Brasil, que se encontra em 25 dessas regiões, segundo a mesma fonte.

Os especialistas detetaram também mutações regionais do vírus, entre elas uma californiana e outra nova-iorquina, apesar de o CDC não ter oferecido até agora dados sobre quantas infeções estão relacionadas com essas variantes.

A Florida é o estado com o maior número de casos confirmados da variante do Reino Unido, com pelo menos 3.192, seguida pelo Michigan (1.649), onde as hospitalizações devido à covid-19 triplicaram no último mês.

Em relação à variante detetada pela primeira vez na Amazónia brasileira, que é também muito mais contagiosa, a Florida volta a liderar a lista de infeções e a Carolina do Sul é o estado com mais infeções confirmadas da variante da África do Sul.

A velocidade da vacinação, com uma média de três milhões de doses administradas por dia, tem feito com que muitos baixem a guarda no país, mas as autoridades sanitárias pedem a manutenção das medidas restritivas, porque o país está à beira de uma quarta vaga de contágios.

Mais de 168 milhões de norte-americanos, um terço da população do país, já recebeu pelo menos uma dose da vacina contra a covid-19, segundo o CDC.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.874.984 mortos no mundo, resultantes de mais de 132,3 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Leia Também: AO MINUTO: Espanha com 126 mortes. Variante sul-africana chegou ao Brasil

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório