Meteorologia

  • 26 JANEIRO 2022
Tempo
12º
MIN 7º MÁX 15º

Edição

Pfizer e UE acordam "entrega antecipada" de mais 10 milhões de doses

A presidente da Comissão Europeia anunciou que a Pfizer/BioNTech vai assegurar uma entrega adicional de 10 milhões de doses da vacina contra a Covid-19 no segundo trimestre deste ano.

Pfizer e UE acordam "entrega antecipada" de mais 10 milhões de doses

Ursula von der Leyen anunciou esta terça-feira, através de comunicado publicado nas redes sociais, que Bruxelas chegou a acordo com a Pfizer/BioNTech para a "entrega antecipada" de mais 10 milhões de doses da vacina contra a doença causada pelo vírus SARS-CoV-2, que deverão ser entregues no segundo trimestre deste ano.

A presidente da Comissão Europeia, assumindo a importância do segundo trimestre do ano para a "estratégia de vacinação dos Estado-membros", indicou que estas "são boas notícias", por garantirem aos Estados-membros "espaço de manobra" e, "possivelmente, preencher lacunas nas entregas".

Esta antecipação da entrega de 10 milhões de vacinas para os meses de abril, maio e junho terá ainda de ser aprovada pelos Estados-membros.

Esta decisão acontece na sequência de suspensões em catadupa da vacina da AstraZeneca em países europeus, por causa de casos reportados de formação de coágulos sanguíneos em pessoas que tinham recebido esta vacina.

Ainda que a Agência Europeia de Medicamentos (EMA) tenha defendido que "os benefícios" da vacina da AstraZeneca contra a Covid-19 "superam os riscos de efeitos secundários", vários países - aos quais se juntou ontem Portugal - suspenderam temporariamente a utilização do fármaco.

Leia Também: Suspensão da AstraZeneca não afeta campanha global de vacinação

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório