Meteorologia

  • 20 ABRIL 2021
Tempo
17º
MIN 14º MÁX 20º

Edição

Covid-19. Autoridades timorenses anunciam novos casos em Baucau e Suai

As autoridades timorenses anunciaram hoje terem detetado seis novos casos positivos de covid-19, um na segunda cidade timorense, Baucau, e cinco no município de Covalima, onde se registaram dois focos de transmissão local.

Covid-19. Autoridades timorenses anunciam novos casos em Baucau e Suai
Notícias ao Minuto

07:10 - 05/03/21 por Lusa

Mundo Covid-19

Os dados foram divulgados por Rui Araújo, coordenador da equipa para a Prevenção e Mitigação da covid-19 da Sala de Situação do Centro Integrado de Gestão de Crise (CIGC), que explicou que os casos de Covalima foram registados no âmbito do rastreio de contactos ao foco inicial do surto.

Dos novos casos em Covalima, e confirmados nos últimos dois dias, três foram detetados na aldeia de Baleo Ki'ik e dois na aldeia de Maneki'ik, ambas vizinhas da aldeia de Clau Halec e todas do mesmo suco, Belulic Leten, onde foi detetado o foco original de transmissão local nesta região.

Assim, e com estes novos casos, aumenta para 12 o número total de casos detetados neste surto.

"Dos novos casos confirmados, três são estudantes da Escola Básica Central de Fatumean. Todos foram já transferidos para isolamento no Centro de Vera Cruz, e as equipas de vigilância continuam a identificar contactos, incluindo na escola referida", explicou.

No que se refere ao caso de Baucau, Rui Araújo explicou que a infeção foi confirmada no dia 02 de março, tratando-se de uma pessoa que tinha viajado no dia anterior de Díli para a segunda cidade timorense, no transporte público MABENIFA.

Cerca das 20:00 de 02 de março, vizinhos informaram que a pessoa não era de Baucau e possivelmente teria feito viagem com pessoas contaminadas, tendo a equipa de vigilância decidido fazer o teste.

"O resultado da amostra deu positivo, mas a carga viral era baixa, com um CT (cycle threshold) de 42,5. Isso significa que o infetado está já na fase de recuperação e a probabilidade de contágio a outras pessoas era reduzida", referiu.

O teste foi repetido a 04 de março e o resultado foi negativo, "confirmando que o caso está em processo de recuperação."

Apesar disso, a equipa decidiu realizar testes a 17 pessoas com quem esteve em contacto em Baucau (nove naquela localidade) e durante a viagem, nomeadamente na aldeia de Terra Santa, suco Madohi, em Díli (oito).

"Todos os testes tiveram resultado negativo, mas apesar disso todas as pessoas foram transferidas para quarentena para que possam ser sujeitas a novos testes".

"Não há confirmação de que o paciente tenha feito uma viagem para fora de Timor-Leste e Díli nos últimos dois meses, nem para fora da zona de cerca sanitária. Isso pode indiciar muita coisa e estamos a verificar para perceber a fonte de infeção deste caso, incluindo a possibilidade de ter ligação com o caso de Fatumean", explicou.

Rui Araújo deixou apelos a passageiros que possam ter viajado no mesmo autocarro, para que contactem com as autoridades de saúde.

"Apelo à população em Covalima, Baucau e Díli para terem calma, não entrarem em pânico e não ouvirem rumores. Temos de dar tempo às equipas no terreno para dar seguimento de contactos e testes", disse.

"Apelo especialmente às pessoas que viajaram neste autocarro, no dia 01 de março, de Díli para Baucau, para que por favor se apresentem a equipas de saúde, para que possam ser testados", referiu.

Rui Araújo confirmou que além dos seis casos confirmados, há quatro recuperados, pelo que há 25 casos ativos atualmente no país.

Desde o início de março e até hoje, entraram de forma regular 57 pessoas e uma pessoa irregularmente no país, todos colocados em quarentena.

Fidelis Magalhães, ministro da Presidência de Conselho de Ministros, disse à Lusa que, para já e apesar dos novos casos, não há ainda recomendações do Centro Integrado de Gestão de Crise (CIGC) para alterar as medidas em vigor, explicando que caso surjam essas recomendações, o Governo atuará de imediato.

O Governo tem marcada uma reunião extraordinária do Conselho de Ministros na próxima segunda-feira, com a agenda a incluir para já apenas a aprovação do roteiro da vacinação contra a covid-19.

O país tem atualmente 129 pessoas em quarentena, dos quais 83 em Díli, 29 em Covalima, 11 em Bobonaro e 12 no enclave de Oecusse.

Somam-se mais 93 em autoconfinamento, dos quais 87 em Covalima e seis no enclave de Oecusse.

Leia Também: Timor-Leste. Alterações a investimentos do Fundo Petrolífero em estudo

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório