Meteorologia

  • 22 JANEIRO 2022
Tempo
13º
MIN 5º MÁX 14º

Edição

Egito vai reabrir embaixada na Guiné-Bissau após mais de 20 anos

O Egito vai reabrir a sua embaixada em Bissau após mais de 20 anos, disse hoje o Presidente da Guiné-Bissau, Umaro Sissoco Embaló, citando garantias do seu homólogo daquele país, Abdul Fatah Khalil Al-Sisi.

Egito vai reabrir embaixada na Guiné-Bissau após mais de 20 anos

Umaro Sissoco Embaló encontra-se no Cairo para "uma visita de trabalho e de amizade", de 48 horas, a convite de Khalil Al-Sisi, com quem se reuniu hoje, disse à Lusa fonte da presidência guineense.

A visita tem como finalidade reforçar as relações político-diplomáticas e relançar a cooperação em diferentes áreas, entre os dois países, notou a mesma fonte.

Numa conferência de imprensa, após uma reunião à porta fechada com o seu homólogo egípcio, Sissoco Embaló disse ter ficado satisfeito com o anúncio de reabertura da embaixada daquele país árabe em Bissau e que tinha prometido fazer o mesmo no Cairo.

Os dois chefes de Estado apontaram para a possibilidade de a Guiné-Bissau e o Egito cooperarem nos domínios da formação militar, diplomacia, luta contra o terrorismo, trocas comerciais, combate à imigração clandestina, incentivo ao investimento, entre outras áreas.

Integram a delegação presidencial guineense, a ministra dos Negócios Estrangeiros, Cooperação Internacional e Comunidades, Suzi Barbosa, e os ministros das Finanças, João Fádia, e da Defesa, Sandji Fati.

Umaro Sissoco Embaló e a comitiva seguem do Cairo para a Arábia Saudita, no sábado, para uma outra visita.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório