Meteorologia

  • 22 ABRIL 2021
Tempo
15º
MIN 13º MÁX 22º

Edição

Venezuela: Ex-candidato denuncia ter sido impedido de entrar nos EUA

O ex-candidato presidencial venezuelano Javier Bertucci denunciou ter sido impedido de entrar nos Estados Unidos, onde ia reunir-se com várias organizações não-governamentais (ONG) sobre ajuda humanitária para a Venezuela.

Venezuela: Ex-candidato denuncia ter sido impedido de entrar nos EUA

"Cheguei pelas 17h00 (de quinta-feira, 23h00 em Lisboa) e fui levado para um setor do aeroporto. A minha família esteve retida durante sete horas e eu até às 07h30 (13h30 em Lisboa) do dia seguinte", afirmou o também pastor evangélico, num vídeo divulgado na internet, na sexta-feira.

"Os funcionários [do aeroporto de Miami] estavam à minha espera. Fui acusado de colaborar com o Governo [do Presidente Nicolás Maduro], de ser funcionário do Governo de Venezuela", frisou.

No vídeo, o político venezuelano adiantou o motivo da viagem, feita como cidadão comum, aos Estados Unidos: "fui aos EUA a convite de várias organizações para canalizar um programa de ajuda humanitária de alto alcance, que foi discutido com o Governo nacional (venezuelano)".

Javier Bertucci, que se define como opositor moderado e integra a Assembleia Nacional, de maioria chavista e eleita no escrutínio de 06 de dezembro último. Estas eleições foram consideradas irregulares pelos aliados do líder oposicionista Juan Guaidó.

"Venho da mesa de diálogo nacional e fui eleito deputado pelo estado de Carabobo. O Governo não me nomeou para esse cargo, mas sim 110 mil eleitores que me elegeram, nem me autonomeei deputado", frisou.

Bertucci insistiu que tentou "entrar nos EUA não como deputado, nem diplomata, mas como uma pessoa que ia ter umas reuniões não oficiais, não de caráter político, com ONG sem vínculos com o Governo [venezuelano] e interessadas em enviar ajuda humanitária para a Venezuela, numa quantidade importante, para permitir aliviar esta difícil crise que estamos a viver".

Para o deputado, há uma oposição radical na Venezuela, que funciona apenas pela rede social Twitter, mas no parlamento e nas ruas "há uma oposição responsável que se opõe ao Governo" de Maduro "e que está na disposição de falar com os Estados Unidos para conseguir algum tipo de acordo que permita sair da crise que afeta os venezuelanos".

Javier Bertucci é um pastor evangélico, empresário e político venezuelano.

Em 2018, fundou o partido El Câmbio (democrata-cristão) e candidatou-se às eleições presidenciais de maio desse ano, em que Nicolás Maduro foi reeleito Presidente, num escrutínio que a oposição considerou irregular.

Em dezembro de 2020, foi eleito deputado pelo estado de Carabobo.

Leia Também: Venezuela. Eurodeputados do PCP pedem fim de sanções da UE

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório