Meteorologia

  • 15 ABRIL 2021
Tempo
19º
MIN 16º MÁX 22º

Edição

Ataque na Síria foi aviso ao Irão, diz Biden

O presidente norte-americano, Joe Biden, afirmou hoje que o ataque que ordenou no leste da Síria contra milícias iraquianas pró-Irão foi um aviso de que as ações do regime iraniano contra os Estados Unidos não ficarão impunes.

Ataque na Síria foi aviso ao Irão, diz Biden
Notícias ao Minuto

06:36 - 27/02/21 por Lusa

Mundo Biden

"Não podem agir com impunidade. Tenham cuidado", disse Biden, em referência ao regime iraniano,durante uma visita ao Texas, questionado sobre o significado do ataque.

De acordo com o Pentágono, os ataques visaram instalações usadas para atacar forças norte-americanas e aliadas no Iraque, pelo que são legais e apropriadas, mas responsáveis do partido democrata no Congresso discordam quanto à necessidade de ter sido necessária autorização prévia.

A Força Aérea norte-americana bombardeou hoje de manhã posições e um carregamento de armas de milícias iraquianas apoiadas pelas Forças de Mobilização Popular e pelo Kataib Hezbollah.

Várias fontes situaram o número de vítimas mortais na ação entre apenas uma e até 22, enquanto o Kataib confirmou uma baixa nas suas fileiras.

O Pentágono descreveu a operação como "defensiva", informando que foram destruídas "múltiplas infraestruturas localizadas num posto de fronteira usado pelas milícias apoiadas pelo Irão".

A operação norte-americana "foi autorizada em resposta a ataques a militares norte-americanos e da coligação no Iraque" disse o Pentágono, referindo-se à coligação internacional contra o grupo 'jihadista' Estado Islâmico (EI), liderado pelos Estados Unidos e com presença no Iraque e na Síria.

O Irão, aliado do regime sírio de Bachar al-Assad, condenou "firmemente" os ataques dos EUA a milícias pró-iranianas na Síria, na madrugada de hoje, considerando que podem "intensificar os conflitos" na região.

Segundo o porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros, Said Khatibzadeh, o Irão "condena firmemente os ataques ilegais pelas forças americanas nas regiões do leste da Síria, em violação flagrante dos direitos humanos e do direito internacional".

Estes ataques, por iniciativa "da nova administração americana, arriscam intensificar os conflitos e desestabilizar mais a região", acrescentou.

O Governo sírio criticou como uma "agressão" o ataque aéreo dos Estados Unidos no leste da Síria contra milícias pró-Irão, que considerou um sinal de "mau presságio" em relação à política da nova administração norte-americana de Joe Biden.

O "ataque cobarde na província de Deir Ezzor perto da fronteira entre a Síria e o Iraque (...) trará consequências", adianta o ministério, segundo a agência síria SANA.

Leia Também: Ataque dos EUA na Síria com apoio Republicano e críticas de Democratas

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório