Meteorologia

  • 28 FEVEREIRO 2021
Tempo
10º
MIN 9º MÁX 19º

Edição

Moçambique perde "uma das vozes mais importantes da história política"

O Presidente moçambicano, Filipe Nyusi, disse que o país perdeu hoje "uma das vozes mais importantes da sua história política" com a morte de Daviz Simango, destacando uma figura que "contribuiu para a consolidação da democracia no país".

Moçambique perde "uma das vozes mais importantes da história política"
Notícias ao Minuto

19:42 - 22/02/21 por Lusa

Mundo Daviz Simango

"Com a sua partida prematura, Moçambique perde uma das vozes mais importantes da história política recente do país", escreveu Filipe Nyusi, numa mensagem divulgada hoje na rede social Facebook.

O presidente do MDM, terceira força política moçambicana, e autarca da cidade da Beira foi transportado em 13 de fevereiro por via aérea para uma unidade de saúde da África do Sul, devido a um problema de saúde súbito, e morreu durante a madrugada de hoje.

Para Filipe Nyusi, Simango teve um papel importante na consolidação da democracia em Moçambique, destacando a sua contribuição como líder de um partido de oposição e também como membro do Conselho de Estado.

"As suas contribuições criaram novos valores no espaço político nacional, que nos deram um grande avanço na consolidação da convivência pacífica e harmoniosa entre os moçambicanos", acrescentou o chefe de Estado moçambicano, endereçando condolências à família de Simango, aos membros do MDM e à cidade da Beira, uma das principais do país.

Segundo informação avançada pelo MDM, Daviz Simango, de 57 anos, sofreu uma paragem cardíaca que lhe provocou a morte, mas o partido remeteu para mais tarde quaisquer pormenores sobre o seu internamento na África do Sul, que já durava há mais de uma semana.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório