Meteorologia

  • 17 JANEIRO 2022
Tempo
15º
MIN 7º MÁX 15º

Edição

"Trump não vai concorrer à presidência de novo. A queda foi muito grande"

Nikki Haley, ex-governadora republicana da Carolina do Sul, afirmou hoje que o antigo presidente Donald Trump "desiludiu" os seus apoiantes, como ela própria, e que "não pode" ser o futuro candidato presidencial do partido.

"Trump não vai concorrer à presidência de novo. A queda foi muito grande"

"Temos de reconhecer que (Trump) nos desiludiu", disse Haley, que foi apoiante do ex-presidente, e nomeada por ele embaixadora nas Nações Unidas (2017-18), ao portal de informação Politico.

"Ele não deveria ter seguido o caminho que seguiu e nós não deveríamos ter ido atrás dele, não deveríamos ter-lhe dado ouvidos. E não podemos deixar que isso aconteça outra vez", adiantou a ex-governadora.

Frequentemente apontada como potencial candidata republicana às presidenciais de 2024, algo que mantém em aberto na entrevista ao Politico, Haley manteve uma postura discreta desde que Trump se recusou a admitir a derrota para o democrata Joe Biden nas eleições de 03 de novembro de 2020.

Depois de apoiantes do ex-Presidente republicano terem invadido o Capitólio a 06 de janeiro, deixando um rasto de destruição e cinco mortos, a ex-governadora disse numa reunião do Comité Nacional Republicano que Trump terá um "julgamento histórico funesto".

Numa altura em que Trump é alvo de um julgamento político de destituição no Senado, com apoio de pelo menos cinco senadores republicanos, que poderá ditar o seu impedimento de se candidatar à Presidência no futuro, Haley afasta esta possibilidade.

"Ele não vai concorrer à Presidência novamente (...) não acredito que vá estar envolvido. Não acredito que ele possa, a queda (de Trump) foi muito grande", adiantou a ex-governadora.

Nas declarações ao Politico, Haley demarca-se claramente do ex-Presidente, afirmando que Trump se tornou "irreconhecível": "a pessoa com quem trabalhei não é aquela que vi depois das eleições".

Adianta mesmo ter mantido conversas com Trump depois das eleições, como "amiga", perguntando-lhe "se estava bem".

Sobre a fraude alegada por Trump para rejeitar os resultados eleitorais, Haley afirmou que "todos mentiram" aos eleitores republicanos para convencê-los de que Joe Biden não tinha ganho as eleições.

Leia Também: Defesa de Trump acusa democratas de "vingança política"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório