Meteorologia

  • 02 MARçO 2021
Tempo
MIN 8º MÁX 18º

Edição

Procuradores da Geórgia abrem investigação criminal a chamada de Trump

Em causa está o telefonema que o antigo presidente fez ao secretário de estado da Geórgia a pedir-lhe para "encontrar" votos suficientes que lhe permitissem reverter a derrota naquele estado.

Procuradores da Geórgia abrem investigação criminal a chamada de Trump

Os procuradores de Fulton County, no estado da Geórgia, abriram uma investigação criminal às tentativas do antigo presidente norte-americano, Donald Trump, de reverter os resultados eleitorais na Geórgia, avança o The New York Times.

No centro dessa investigação criminal, está uma chamada que Trump fez ao secretário de estado da Geórgia, Brad Raffensperger, no dia 2 de janeiro, em que pressionou-o a “encontrar” votos suficientes para reverter a derrota na Geórgia.

Esta quarta-feira, Fani Willis, a procuradora democrata de Fulton County que foi recentemente eleita, enviou uma carta a vários membros do governo estatal, incluindo Raffensperger, a pedir-lhes que preservassem os documentos relacionados com o telefonema de Trump.

Uma fonte citada pelo Times refere que a carta constatava de forma explícita que este pedido fazia parte de uma investigação criminal.

A investigação iniciada pela procuradoria de Fulton County surge dois dias após o gabinete de Brad Raffensperger ter decidido abrir um inquérito administrativo à chamada de Trump.

A Geórgia torna-se assim o segundo estado onde Donald Trump enfrenta uma investigação criminal, depois de Nova Iorque.

O telefonema que o antigo presidente fez ao secretário de estado da Geórgia foi apenas uma das diversas tentativas de Trump para persuadir os responsáveis republicanos do estado do sul dos Estados Unidos a descobrirem alegadas fraudes no processo eleitoral, que pudessem reverter o desfecho das eleições de 3 de novembro.

No início de dezembro, Trump ligou ao governador republicano da Geórgia, Brian Kemp, e pressionou-o a convocar uma sessão legislativa especial para reverter a derrota eleitoral no estado. No final desse mês, também telefonou a um investigador das eleições no estado e insistiu para que ele "encontrasse a fraude".

[Notícia 15h56]

Leia Também: Travar recandidatura de Trump é objetivo de processo no Senado

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório