Meteorologia

  • 23 SETEMBRO 2021
Tempo
16º
MIN 16º MÁX 25º

Edição

Wall Street termina sem rumo com variações escassas a recuperar fôlego

A bolsa nova-iorquina terminou hoje uma sessão em que os investidores estiveram a descansar de um início de semana movimentado, esperançados com os resultados da Alphabet e o plano de Joe Biden para apoiar a economia.

Wall Street termina sem rumo com variações escassas a recuperar fôlego

Os resultados definitivos da sessão indicam que o índice seletivo Dow Jones Industrial Average subiu 0,12%, para os 30.723,60 pontos, enquanto o alargado S&P500 avançou 0,10%, para os 3.830,17. Pelo contrário, o tecnológico Nasdaq cedeu 0,02%, para as 13.610,54 unidades.

"Os investidores estão a passar ao crivo uma série de indicadores internacionais, que mostram que a atividade no setor dos serviços na China e na Europa sofreu mais do que previsto, mas que acelerou nos EUA, onde o crescimento do setor privado superou facilmente as previsões", realçaram os analistas da Charles Schwab.

Enquanto a época de divulgação dos resultados das empresas prossegue em Wall Street, "recordamo-nos que ainda existem empresas fenomenais nos EUA, com o exemplo mais recente a ser o da Google", destacou Gregori Volokhine, da Meeschaert Financial Services.

A basear a afirmação deste analista estava a divulgação pela Alphabet, a 'holding' de Google e YouTube, de um lucro de 15,2 mil milhões de dólares (12,6 mil milhões de euros) no quarto trimestre do ano passado, que khe permitiu fechar a sessão de hoje com uma valorização de 7,1%.

Por sua vez, o conglomerado do comércio em linha Amazon anunciou que, pela primeira vez na sua história, superou os 100 mil milhões de dólares de volume de negócios trimestral e duplicou o seu lucro, para os 7,2 mil milhões de dólares.

Mas este grupo também anunciou que o fundador Jeff Bezos ia ceder o seu lugar de diretor geral, mas continuava presidente do conselho e administração. No final do dia, fechou a descer dois por cento.

Os investidores estiveram também a observar as discussões em curso em Washington entre republicanos e democratas "e constatam que as propostas para um novo plano de apoio à economia, respetivamente de 600 mil milhões de dólares e 1,9 biliões (milhão de milhões), estão muito afastadas", observou Volokhine.

"Os investidores estão a apostar que vai haver rapidamente uma votação para a adoção, aprovada por uma maioria de democratas, de um programa que deve injetar muito dinheiro na economia dos EUA e ter um efeito favorável no consumo e na poupança", acrescentou este analista.

Por outro lado, na Charles Schwab constatou-se que "a volatilidade que se tinha intensificado na semana passada, por causa do ativismo de investidores particulares parece continuar a enfraquecer".

A volatilidade bolsista tinha sido provocada pela especulação de grandes fundos de investimento com as suas vendas a descoberto de ações, como a da rede de lojas de videojogos Gamestop, que suscitou uma rebelião de pequenos investidores.

Esta reação levou a empresa a cotar em níveis improváveis na semana passada e repercutiu-se no conjunto do mercado.

Depois de começar o ano a cotar 17 dólares por ação, na passada quinta-feira alcançou os 483 dólares e fechou janeiro com uma valorização de 1.600%.

Hoje, a GameStop, depois de ter caído 72% em duas sessões, na segunda e terça-feira, progrediu 2,7%.

Leia Também: Wall Street inicia sessão sem uma tendência definida

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório