Meteorologia

  • 23 JANEIRO 2022
Tempo
10º
MIN 6º MÁX 14º

Edição

Estados Unidos pedem saída imediata de forças turcas e russas da Líbia

Os Estados Unidos pediram à Turquia e à Rússia para começarem a retirar imediatamente as suas forças da Líbia, disse ao Conselho de Segurança o embaixador interino dos EUA nas Nações Unidas, Richard Mills.

Estados Unidos pedem saída imediata de forças turcas e russas da Líbia

"Pedimos a todas as partes externas, incluindo Rússia, Turquia e Emirados Árabes Unidos, para que respeitem a soberania da Líbia e cessem imediatamente todas as intervenções militares na Líbia", disse Mills, durante uma reunião do Conselho de Segurança.

Em dezembro, a ONU estimou o número de mercenários e militares estrangeiros destacados para a Líbia em cerca de 20.000, tendo também identificado 10 bases militares total ou parcialmente ocupadas por forças estrangeiras naquele país.

Ao abrigo de um acordo de cessar-fogo alcançado entre as partes beligerantes, em 23 de outubro, as tropas estrangeiras e mercenárias foram obrigadas a deixar a Líbia no prazo de três meses, mas, ultrapassado esse prazo, não há nenhum sinal de retirada.

As forças militares e os mercenários estrangeiros na Líbia dividem-se pelos dois campos em conflito: o do marechal Haftar, apoiado pelos Emirados Árabes Unidos, Egito e Rússia, em particular através de mercenários do grupo privado Wagner (conhecido por ser próximo do Kremlin), e o Governo de Acordo Nacional, apoiado pela Turquia e por rebeldes sírios que foram transferidos da Síria para a Líbia .

Durante a reunião por videoconferência do Conselho de Segurança, a maioria dos seus membros - incluindo Índia, Reino Unido e China - também exigiu o respeito pelo embargo de armas imposto ao país desde 2011.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório