Meteorologia

  • 05 MARçO 2021
Tempo
12º
MIN 10º MÁX 16º

Edição

Jovem britânico condenado por ataque racial a estudante de Singapura

"Não queremos o teu coronavírus no nosso país", disseram os atacantes antes de agredir o estudante, em fevereiro do ano passado.

Jovem britânico condenado por ataque racial a estudante de Singapura

Um adolescente britânico de 16 anos foi condenado por ataque com motivação racial a um estudante originário de Singapura, que foi violentamente agredido por um grupo de rapazes em fevereiro do ano passado.

Jonathan Mok foi agredido em Oxford Street, em Londres. "Não queremos o teu coronavírus no nosso país", disseram-lhe os atacantes, de acordo com a BBC.

O jovem britânico foi condenado por agressão agravada com motivação racial num julgamento no tribunal de menores de Highbury Corner. Foi-lhe atribuída uma pena de 18 meses numa instituição de reabilitação para jovens, tendo ainda que usar pulseira eletrónica, respeitar o recolher obrigatório durante dez semanas e pagar uma compensação de 600 libras à vítima.

O juiz indicou que se o jovem fosse adulto "iria para a prisão durante muito tempo". "Isto foi um ataque não provocado só por causa da aparência", disse.

O atacante estava com um amigo e ambos insultaram a vítima, com provocações de ordem racial, indicando-lhe que se afastasse por ser "doente". Um deles atacou o jovem com vários golpes na cara. Não foi feita mais nenhuma condenação com relação ao caso.

Jonathan Mok, de 23 anos de idade, sofreu uma fratura no nariz e no maxilar superior, o que requereu cirurgia e parafusos. Depois da recuperação, o jovem partilhou algumas imagens nas redes sociais.

Leia Também: Açores. Enfermeiro agredido em centro de testagem para despiste da Covid

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório