Meteorologia

  • 01 MARçO 2021
Tempo
12º
MIN 9º MÁX 18º

Edição

Estados Unidos anunciam compra de mais 200 milhões de vacinas

O Governo do Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, anunciou hoje que vai comprar 200 milhões de doses adicionais das duas vacinas contra a covid-19 que receberam autorização de uso no país, as das farmacêuticas Pfizer e Moderna.

Estados Unidos anunciam compra de mais 200 milhões de vacinas
Notícias ao Minuto

06:29 - 27/01/21 por Lusa

Mundo Covid-19

"Acreditamos que em breve seremos capazes de confirmar a compra de 100 milhões de doses de cada uma das duas vacinas que a FDA (agência federal de saúde norte-americana) autorizou" no país, disse Biden em declarações na Casa Branca.

"São mais 100 milhões de doses de Pfizer e outras 100 de Moderna", disse o Presidente.

"Duzentos milhões de doses adicionais daquelas que o Governo federal havia previamente garantido", referiu.

Biden sublinhou que com esta compra, os Estados Unidos vão aumentar, de 400 milhões para 600 milhões, o número de doses de vacinas em seu poder.

"Essas vacinas são suficientes para vacinar 300 milhões de norte-americanos entre o final do verão e o início do outono", disse Biden, já que tanto a vacina da Pfizer quanto a da Moderna requerem duas doses da vacina para cada pessoa.

Segundo o jornal The Washington Post, estima-se que cerca de 260 milhões de pessoas nos Estados Unidos sejam consideradas "elegíveis" para receberem a vacina, embora tanto a Pfizer quanto a Moderna tenham iniciado testes em crianças de até 12 anos e, dependendo dos resultados, esse número poderá aumentar.

Biden, que assumiu a Presidência dos Estados Unidos em 20 de janeiro, estabeleceu para si uma meta nos primeiros 100 dias de ter 100 milhões de vacinas, mas nesta segunda-feira aumentou esse número para 150 milhões.

Hoje, o Presidente criticou o trabalho da administração de seu antecessor, Donald Trump, em relação ao programa de vacinação.

"(...) Assim que chegamos (ao poder), o programa de vacinas estava em pior situação do que havíamos antecipado ou esperávamos", lamentou.

Os Estados Unidos são o país do mundo mais pessoas infetadas pelo novo coronavírus, com mais de 25 milhões de casos positivos e mais de 424.000 mortes, de acordo com dados da Universidade Johns Hopkins.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.149.818 mortos resultantes de mais de 100 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço da Universidade Johns Hopkins, dos EUA.

Em Portugal, morreram 11.012 pessoas dos 653.878 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Leia Também: EUA com 4.206 mortos e 175.602 casos em 24 horas

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório