Meteorologia

  • 01 MARçO 2021
Tempo
10º
MIN 9º MÁX 19º

Edição

Sánchez anuncia remodelação no governo após saída de ministro da Saúde

O primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez, anunciou hoje uma mini-remodelação do Governo com a saída do atual ministro da Saúde, que se vai candidatar às eleições regionais da Catalunha, e sua substituição pela atual ministra da Política Territorial.

Sánchez anuncia remodelação no governo após saída de ministro da Saúde
Notícias ao Minuto

17:53 - 26/01/21 por Lusa

Mundo Espanha

O ministro da Saúde, Salvador Illa, é substituído por Carolina Darias, atual titular da Política Territorial (Regional) e Função Pública, lugar que, por sua vez, é ocupado pelo primeiro secretário do Partido Socialista da Catalunha (PSC, federação do PSOE na região).

Pedro Sánchez já comunicou esta tarde ao rei de Espanha as mudanças no executivo e os dois novos ministros vão fazer o juramento no cargo na quarta-feira de manhã numa cerimónia presidida por Felipe VI.

Carolina Darias chegou há um ano ao Governo para liderar a Política Territorial, uma das pastas de maior risco devido à crise catalã.

Por outro lado, na curta intervenção que fez para dar conta da remodelação, Pedro Sánchez elogiou a capacidade de alcançar "consensos" do novo ministro da Política Territorial, Miquel Iceta, que definiu como "um homem de acordo e também de concórdia".

O chefe do Governo espanhol considerou que Iceta, para além de "um estudioso da política", é uma pessoa "de ideias, de construção de consenso".

A saída de Salvador Illa do Governo era conhecida desde o final de dezembro último, mas o executivo só na segunda-feira anunciou a data exata da sua saída.

Este catalão de 54 anos tornou-se muito conhecido devido à gestão feita na luta contra a pandemia de covid-19.

Depois de um ano no Governo de Sánchez, Illa será assim o candidato do PSC nas próximas eleições regionais na Catalunha (nordeste do país) em 14 de março próximo, depois de os tribunais terem anulado a decisão do governo regional de adiá-las até ao final de maio devido à pandemia.

De acordo com as últimas sondagens, o PSC com Salvador Illa como cabeça de lista poderia ser o partido mais votado na consulta eleitoral, à frente das formações separatistas que atualmente governam a região.

Illa abandona o Governo central numa altura em que a pandemia alcança níveis recorde em Espanha, que já é um dos países mais atingidos pela doença na Europa, com mais de 55.000 mortos.

Leia Também: Ministro da Saúde abandona Governo para ser candidato a eleições catalãs

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório