Meteorologia

  • 02 MARçO 2021
Tempo
10º
MIN 8º MÁX 18º

Edição

Jovem deixado às portas da morte após encontro através do Grindr

Comunidade já doou mais de 82 mil euros para ajudar na recuperação da vítima.

Jovem deixado às portas da morte após encontro através do Grindr

Holden White, de 18 anos, foi agredido brutalmente em junho do ano passado, no Louisiana, EUA, depois de se encontrar com um homem que conheceu através da rede social Grindr.

Os dois ter-se-ão conhecido através da aplicação e mantiveram-se em contacto durante um mês até decidirem conhecer-se pessoalmente.

Durante o encontro com Chance Seneca, Holden foi torturado, esfaqueado e asfixiado. O jovem foi deixado às portas da morte.

Os dois encontraram-se na casa do atacante. Tudo decorria com normalidade até que Chance saiu do quarto onde os dois se encontravam a jogar videojogos. Quando regressou, terá tentado asfixiar Holden com uma corda, tendo-o atacado pelas costas. Quando a vítima recuperou os sentidos, estava dentro de uma banheira, despido, e com sangue a correr-lhe pela cintura onde, segundo testemunha o próprio, tinha sido esfaqueado.

Depois de ser transportado para o hospital, a vítima esteve três dias em coma. Sofreu cortes tão profundos nas mãos que perdeu a mobilidade das mesmas e a sua recuperação prevê-se longa e dispendiosa. Para ajudá-lo, a família lançou uma angariação de fundos, que conta já com 100 mil dólares [mais de 82.000 euros].

A rede social Grindr é uma aplicação de encontros para as comunidades gay, bi, trans e queer. A família de Holden acredita que este foi vítima de um ataque de género.

Leia Também: Atriz Busy Philipps fala da orientação sexual da filha de 12 anos

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório