Meteorologia

  • 07 MARçO 2021
Tempo
18º
MIN 10º MÁX 18º

Edição

Após regresso às aulas, dois professores morreram de Covid-19

Família quer que as suas mortes provem que estes profissionais devem receber a vacina contra a doença o mais rapidamente possível.

Após regresso às aulas, dois professores morreram de Covid-19

Dois professores, que tiveram de continuar a lecionar em plena pandemia, no Reino Unido, morreram vítimas da Covid-19.

Donna Coleman [na foto] regressou ao Colégio Burnley, após o governo ter decretado a reabertura das escolas em setembro, embora admitisse que não se sentia segura em voltar a trabalhar.

No dia 29 de dezembro, a docente foi admitida no Blackburn Royal Hospital, com problemas respiratórios. Terá morrido no dia de Ano Novo, segundo reporta a sua irmã.

Já Alan Fitchett, professor universitário numa escola de Engenharia, morreu em abril de 2020. O homem, de 66 anos, podia ter-se reformado no ano anterior, mas decidiu lecionar durante um último ano. Segundo a sua filha, a sua preocupação com os alunos era superior ao medo de ser infetado.

A morte dos dois docentes mostra bem o perigo a que os professores estão sujeitos ao terem de interagir com dezenas de alunos diariamente.

As famílias das duas vítimas mortais querem que a morte dos dois professores sirva para provar que estes profissionais devem fazer parte da lista de pessoas prioritárias para receberem a vacina contra a Covid-19.

Leia Também: Políticos e bombeiros podem integrar grupo dos prioritários a vacinar

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório