Meteorologia

  • 09 MARçO 2021
Tempo
14º
MIN 8º MÁX 18º

Edição

Ações da China contra os muçulmanos uigures são "genocídio"

O futuro secretário de Estado de Joe Bien afirmou hoje que partilhava da acusação de "genocídio" perpetrada pela China contra os muçulmanos uigures, avançada pela administração cessante de Donald Trump no último dia do mandato.

Ações da China contra os muçulmanos uigures são "genocídio"
Notícias ao Minuto

23:18 - 19/01/21 por Lusa

Mundo Antony Blinken

"É também minha opinião", respondeu Antony Blinken durante a audição no Senado, em Washington, para sua confirmação como chefe a diplomacia norte-americana.

Bliken respondia desta forma quando questionado se estava de acordo em chamar de "genocídio", como o fez a administração cessante dos EUA, que qualificou nestes termos as ações da China contra os muçulmanos uigures.

Além disso, Antony Blinken disse aos senadores que os Estados Unidos vão tentar negociar com a Rússia um prolongamento do tratado chave de desarmamento dos seus arsenais nucleares New Start.

"Tentaremos estendê-lo", salientou o responsável político aos senadores em Washington.

"É uma questão que o presidente eleito terá de enfrentar quase imediatamente após a sua posse" na quarta-feira, até porque "temos um acordo que termina em apenas 16 dias", acrescentou.

Moscovo e Washington têm até 05 de fevereiro para prolongar o New Start, o último acordo entre os dois ex-rivais da Guerra Fria que terminou com a Queda do Muro de Berlim, em 1989, e o fim da União Soviética, em 1991.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório