Meteorologia

  • 04 MARçO 2021
Tempo
14º
MIN 12º MÁX 16º

Edição

Cerimónia de Biden: O guião da investidura do 46.º Presidente dos EUA

O democrata Joe Biden será empossado como 46.º Presidente dos EUA, na quarta-feira, numa cerimónia com pompa, mas sem público, rodeado por um destacamento de forças segurança sem precedentes.

Cerimónia de Biden: O guião da investidura do 46.º Presidente dos EUA

Este é um guia para a cerimónia de investidura, que vai contar com a presença da maioria dos membros do Congresso, juízes do Supremo Tribunal, os ex-Presidentes Barack Obama, George W. Bush e Bill Clinton, e respetivas mulheres, mas sem Donald Trump, que abandona a Casa Branca na manhã de quarta-feira, em direção à Florida.

10h00 locais (15h00 em Lisboa)

Início de um programa virtual, dirigido pela atriz e apresentadora afro-americana Keke Palmer e com uma mensagem de Jill Biden, mulher do Presidente eleito, que é professora, dirigida a crianças e jovens, sobre a história da presidência dos Estados Unidos.

11h00 (16h00)

O Presidente eleito, Joe Biden, chega ao Capitólio.

11h15 (16h15)

As cerimónias começam num estrado montado na fachada oeste do Capitólio, quando Leo O'Donovan, um padre jesuíta e ex-presidente da Universidade de Georgetown, faz uma invocação religiosa.

Em seguida, Andrea Hall, a primeira mulher afro-americana a alcançar o posto de capitã no corpo de bombeiros de South Fulton, Geórgia, recitará o Juramento de Fidelidade.

Lady Gaga cantará o hino nacional e a poetisa Amanda Gorman lerá os seus versos compostos para esta ocasião.

Jennifer Lopez e o cantor country Garth Brooks farão as suas contribuições musicais, após o que Silvester Beaman, pastor da Igreja Episcopal Metodista Africana, dará uma bênção.

11h55 (16h55)

Sonia Sotomayor, a primeira juíza hispânica do Supremo Tribunal, fará o juramento de Kamala Harris, a primeira mulher de ascendência indiana e afro-caribenha a ocupar a vice-Presidência dos EUA.

Harris jurará fidelidade à Constituição sobre duas Bíblias: uma que pertencia a um amigo da sua família e outra que pertencia a Thurgood Marshall, o primeiro juiz afro-americano do Supremo Tribunal.

12h00 (17h00)

Quando o relógio marcar meio-dia, o presidente do Supremo Tribunal, John Roberts, fará o juramento constitucional que Biden pronunciará com a mão sobre uma edição de 1893 da Bíblia, que a sua mulher segurará.

A cerimónia no Capitólio culminará com um discurso que o novo Presidente dirigirá à nação, voltado para a grande avenida do parque central da cidade, o 'Mall of Washington', coberta por milhares de bandeiras norte-americanas e cercada por tropas militares.

Biden e a já primeira-dama, Jill, juntamente com Harris e o seu marido, Doug Emhoff, passarão revista a uma formação militar com pelotões dos quatro ramos das forças armadas, em homenagem à transferência pacífica do poder para um novo comandante-em-chefe, e irão deslocar-se até ao Cemitério Nacional de Arlington, para depositar uma coroa de flores no túmulo do Soldado Desconhecido.

Cercados por uma escolta militar honorária, Biden e Jill, acompanhados por Harris e Emhoff, irão então para a Casa Branca, de onde terá partido há algumas horas o ex-Presidente Donald Trump, que se recusou a participar do evento.

Durante a tarde haverá comemorações e apresentações artísticas, em todo o país, e a partir das 20:30 (01:30 de quinta-feira em Lisboa) Tom Hanks, Eva Longoria e Kerry Washington serão anfitriões num espetáculo televisionado de 90 minutos no qual Bruce Springsteen e John Legend são cabeças de cartaz, ao lado de Jon Bon Jovi, Foo Fighters, Demi Lovato, Ant Celmons, Ozuna, Luis Fonsi e Lin-Manuel Miranda, entre outros.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório