Meteorologia

  • 04 MARçO 2021
Tempo
13º
MIN 12º MÁX 16º

Edição

Nigéria alerta para vacinas falsas a circular no país

As autoridades nigerianas alertaram hoje que estão a circular vacinas falsas contra a covid-19 no país mais populoso de África, onde se espera que cheguem 10 milhões de doses em março.

Nigéria alerta para vacinas falsas a circular no país
Notícias ao Minuto

14:29 - 15/01/21 por Lusa

Mundo Covid-19

"Recebemos informações de que estão a circular na Nigéria vacinas falsas", disse o professor Mojisola Christianah Adeyeye, chefe da Agência Nacional de Controlo de Qualidade (Nafdac), numa conferência de imprensa virtual.

"Exortamos o público a estar vigilante e recordamos que nenhuma vacina contra a covid foi até agora validada pela Nafdac", salientou Adeyeye, recordando também que as empresas privadas não estão autorizadas a encomendar vacinas fora dos canais oficiais.

O ministro da Saúde nigeriano, Osagie Ehanire, anunciou quinta-feira à noite que o país irá receber 10 milhões de doses de vacina em março, sem especificar qual a empresa fornecedora.

Estas são além das 100 mil doses de vacinas da Pfizer, que deverão chegar "até ao final de janeiro", tinha anunciado anteriormente o ministro.

A Nigéria, que tem uma população de cerca de 200 milhões de habitantes, registou oficialmente cerca de 104 mil casos de infeção pelo novo coronavírus, incluindo 1.382 mortes devido à covid-19.

Números abaixo da realidade, já que a quantidade de testes realizados é baixa.

Em abril, durante a primeira vaga de infeções pelo SARS-CoV-2, os testes já tinham circulado em massa no mercado negro como resposta à inadequação dos serviços de saúde locais e à desconfiança do público em relação às autoridades sanitárias do país.

O tráfico de medicamentos falsos, caducados ou não licenciados é um flagelo em África. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), 42% dos medicamentos falsos apreendidos desde 2013 foram apreendidos no continente africano.

Em setembro de 2016, 126 milhões de medicamentos falsos foram apreendidos em 16 portos africanos durante uma importante operação da Organização Mundial das Alfândegas. Um terço deste tráfego destinava-se ao gigante nigeriano de língua inglesa.

África regista um total de 76.762 mortes devido à covid-19, num total de 3,1 milhões de casos nos 55 Estados-membros da União Africana, segundo o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças desta organização (Africa CDC).

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.994.833 mortos resultantes de mais de 93 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Leia Também: Pfizer atrasa entrega de vacinas na Europa para melhorar produção

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório