Meteorologia

  • 27 JANEIRO 2021
Tempo
17º
MIN 14º MÁX 18º

Edição

'Macaco nazi' e cabras com suásticas motivam investigação a circo russo

A lei russa proíbe a utilização e exibição de símbolos nazi.

'Macaco nazi' e cabras com suásticas motivam investigação a circo russo

As autoridades russas abriram uma investigação depois de um macaco vestido com um uniforme nazi ter sido utilizado numa atuação de circo na Rússia. O espetáculo usava também cabras a vestir bandeiras com suásticas, segundo a BBC que cita um jornal local.

A atuação fez parte do espetáculo do circo Udmurtia, na cidade de Izhevsk, a 8 de janeiro. Terá sido encomendado pela Igreja Ortodoxa russa que alegou que a performance simbolizava a "rejeição" do nazismo, e pretendia ser "um símbolo não apenas da vitória sobre o fascismo, mas também da rejeição e da condenação global dos ideais da Alemanha nazi".

Em comunicado, os procuradores disseram ter tomado conhecimento do espetáculo através das redes sociais e decidiram abrir a "investigação sobre a exibição de símbolos nazis". A lei russa proíbe a utilização e exibição de símbolos nazi.

Segundo a Igreja Ortodoxa, a atuação está coberta pela isenção assinada pelo presidente Vladimir Putin em março de 2020 que permite a exibição de símbolos nazi desde que "criem uma atitude negativa relativamente à ideologia".

Elena Krasnova, chefe de relações públicas do circo, disse à BBC que "as imagens dos animais foram tiradas do contexto”. "Não há nada de incomum em personagens tão irónicos ou grotescos usados ​​em apresentações circenses", acrescentou.

Leia Também: Putin ordena vacinação massiva na Rússia a partir da próxima semana

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório