Meteorologia

  • 01 DEZEMBRO 2021
Tempo
17º
MIN 6º MÁX 17º

Edição

Infeções no Reino Unido explodem. Quase 36 mil nas últimas 24 horas

Casos confirmados de Covid-19 no Reino Unido são já, desde o início da pandemia, 2.040.147.

Infeções no Reino Unido explodem. Quase 36 mil nas últimas 24 horas

O Reino Unido, que se viu forçado a tomar medidas perante a nova estirpe do coronavírus, notificou este domingo 35.928 infeções, o que representa um aumento drástico face aos dados de sábado, dia em que se registaram 27.052 contágios. Os números de hoje representam o maior aumento diário de casos. 

Nas últimas 24 horas, de acordo com o boletim epidemiológico deste domingo, morreram 326 pessoas (menos do que no sábado, dia em que foram reportados 534 óbitos). 

Yvonne Doyle, directora médica do serviço nacional de saúde de Inglaterra, disse que o "aumento acentuado e repentino" de novos casos este  domingo é preocupante. 

"A maioria dos novos casos relatados hoje está concentrada em Londres e no sudeste, embora seja muito cedo para dizer se está relacionado com a nova variante", disse a responsável, citada pela Sky News. 

O ministro da Saúde britânico afirmou este domingo que a nova estirpe do novo coronavírus, que poderá ser 70% mais contagiosa, estava "fora de controlo", para justificar as restrições em Londres e partes da Inglaterra, acrescentando que estas medidas podem durar até à implantação da vacina.

"Infelizmente, a nova estirpe estava fora de controlo. Tivemos de retomar o controlo e a única maneira de fazer isso é restringir os contactos sociais", afirmou, em declarações à Sky News, o ministro de saúde britânico, Matt Hancock.

"Será muito difícil mantê-lo sob controlo até que uma vacina seja implantada", referiu.

O governo de Boris Johnson anunciou no sábado um novo confinamento em Londres, sudeste da Inglaterra e parte do leste do país, forçando mais de 16 milhões de pessoas a ficarem em casa e renunciarem às reuniões de Natal.

Os negócios não essenciais foram fechados e todas as viagens para fora dessas zonas de alerta máximo, seja para outro lugar no Reino Unido ou para o exterior, foram proibidas. Pubs, restaurantes e museus estão fechados desde quarta-feira.

"É um grande desafio até lançarmos a vacina para proteger as pessoas. É isso que enfrentaremos nos próximos dois meses", acrescentou Matt Hancock.

Devido à nova estirpe, a Bélgica, Países Baixos e Itália anunciaram hoje a suspensão das ligações aéreas e marítimas provenientes do Reino Unido, enquanto a Alemanha está a encarar "seriamente" essa possibilidade. Portugal segue "com atenção" a evolução da situação epidemiológica no Reino Unido e está a privilegiar a "cooperação estreita" entre as autoridades de saúde dos dois países, indicou hoje à agência Lusa fonte oficial.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório