Meteorologia

  • 28 FEVEREIRO 2024
Tempo
12º
MIN 9º MÁX 16º

Covid-19. Preocupações de segurança com o regresso dos aviões ao serviço

Especialistas alertam companhias aéreas para que tomem cuidados redobrados ao reativarem aviões que ficaram parados durante a pandemia.

Covid-19. Preocupações de segurança com o regresso dos aviões ao serviço
Notícias ao Minuto

10:51 - 15/12/20 por Sara Gouveia

Mundo Covid-19

As restrições de viagens causaram uma elevada diminuição das viagens o que fez com que vários aviões ficassem estacionados. Pilotos 'enferrujados', erros de manutenção e até ninhos de insetos são alguns dos potenciais perigos a ter em conta aquando da reativação de aparelhos que ficaram parados durante a pandemia.

"Todos os aviões vão ter um conjunto de instruções específico para a manutenção, mas nunca foi feito a esta escala antes", disse Greg Waldron, o editor da revista de aviação FlightGlobal, citado pela Sky News.

Além dos reguladores, também as seguradoras têm demonstrado preocupações. "Temos pessoas a regressar ao trabalho que estão bastante enferrujadas, o que é uma grande questão", disse Gary Moran, o responsável pela aviação asiática na seguradora Aon.

No caso dos pilotos um dos problemas mais comuns é o aumento das aterragens mal feitas. O número de aterragens aproximações à pista não estabilizadas aumentou acentuadamente este ano, segundo a Associação Internacional de Transporte Aéreo, o que pode resultar em aterragens forçadas ou até mesmo colisões.

Já sobre a manutenção é explicado que as aeronaves armazenadas passam por manutenções de rotina para garantir a sua preparação para regressarem ao serviço e os fabricantes também fornecem instruções detalhadas sobre como deve ser feito o armazenamento. No entanto, a Agência da União Europeia para a Segurança da Aviação relatou que houve um aumento de relatos de leituras não confiáveis no que à velocidade e altitude diz respeito durante o primeiro voo após o avião deixar o armazenamento.

Por várias vezes, esses problemas foram associados a ninhos de insetos ou larvas nos tubos de pitot, fundamentais para medir a velocidade do ar, por exemplo, e que em caso de obstrução podem causar acidentes aéreos.

Apesar de considerarem que as companhias aéreas estão bem preparadas, há ainda questões sobre os aviões que estão em armazenamento e que são novos, não tendo ainda por isso os problemas bem documentados.

Leia Também: Avião aterra de emergência no aeroporto de Lisboa devido a falha no motor

Recomendados para si

;
Campo obrigatório