Meteorologia

  • 18 JANEIRO 2021
Tempo
MIN 5º MÁX 14º

Edição

Alemanha soma mais 11.169 casos e 125 mortes

Medidas foram apertadas para tentar conter o vírus antes do Natal.

Alemanha soma mais 11.169 casos e 125 mortes

A Alemanha regista, esta segunda-feira mais 11.169 casos de Covid-19 e 125 vítimas mortais da doença.

Segunda dados do Instituto Robert Koch, atualizados à meia-noite, o país contabiliza agora um total de 1.053.869 casos e 16.248 mortes, desde o início da pandemia.

Este é o quarto dia consecutivo em que o país regista menos de 20 mil casos diários.

O máximo absoluto num dia na Alemanha, desde o início da pandemia, registou-se no dia 20 de novembro, com 23.648 novos casos.

RKI estima que 739.100 doentes recuperaram e que atualmente há cerca de 300 mil casos ativos.

Na Alemanha, a incidência acumulada nos últimos sete dias situava-se - domingo - em 136 casos por cada 100 mil habitantes. 

O número de pacientes com covid-19 nas unidades de cuidados intensivos era, no domingo, de 3.901, dos quais 2.300 recebem respiração assistida, de acordo com a Associação Interdisciplinar Alemã de Cuidados Intensivos e de Medicina de Urgência (DIVI, na sigla em alemão).

Atualmente, 21.540 camas nos cuidados intensivos encontram-se ocupadas e 5.869 estão livres.

Cerca de 12 mil camas adicionais podem ser disponibilizadas para atenderem a pacientes com covid-19. 

Entre meados de outubro e meados do mês de novembro, o número de pacientes com covid-19 nas unidades de cuidados intensivos aumentou subitamente de 655, no dia 15 de outubro, para 3.395 no dia 15 de novembro.

Em Berlim, o semáforo que indica percentagem de ocupação das unidades de cuidados intensivos com doentes de covid-19 saltou momentaneamente no domingo do amarelo para o vermelho ao alcançar-se os 25%.

Hoje, o semáforo está no amarelo, com uma ocupação de 24,2%.

Por outro lado, em Berlim a incidência acumulada em sete dias atinge atualmente a 202 casos por cada 100 mil habitantes da capital.

fator R (risco de transmissibilidade) que considera as infeções num intervalo de sete dias em relação aos sete dias anteriores e que reflete a evolução dos contágios no período entre 08 a 16 dias, situa-se no conjunto da Alemanha em 0,95% o que implica que cem infetados contagiam em média 95 pessoas. 

Os números na Alemanha estabilizaram no final de outubro e no princípio de novembro, apesar de serem níveis demasiado elevados.

Por isso, a chanceler alemã, Angela Merkel, e os chefes dos governos dos estados federais decidiram prolongar as restrições previstas inicialmente para o mês de novembro assim como endureceram algumas medidas que vão ser desagravadas durante as festividades do Natal para permitir as celebrações, em círculos reduzidos. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório