Meteorologia

  • 19 JANEIRO 2021
Tempo
MIN 4º MÁX 14º

Edição

Pelo menos 19 combatentes estrangeiros mortos em raides na Síria

Pelo menos 19 combatentes estrangeiros de uma milícia pró-Irão foram mortos em raides aéreos alegadamente israelitas e que atingiram as suas posições no extremo leste da Síria, informou hoje uma organização não governamental (ONG).

Pelo menos 19 combatentes estrangeiros mortos em raides na Síria
Notícias ao Minuto

15:19 - 26/11/20 por Lusa

Mundo Síria

Os ataques, que ocorreram ao nascer do dia contra posições situadas na província de Deir Ezzor, perto da fronteira com o Iraque, foram efetuados por aviões "provavelmente" israelitas, segundo o Observatório sírio dos direitos humanos (OSDH).

Os combatentes mortos são "de nacionalidade paquistanesa", precisou o direto do Observatório, Rami Abdel Rahmane, que dispõe de uma vasta rede de contactos através da Síria em guerra.

Esta foi a terceira incursão do género em menos de uma semana atribuída pelo OSDH ao Estado judaico, que raramente confirma os ataques que efetua na vizinha Síria.

Segundo o Observatório, os raides visaram os arredores de Boukamal, uma cidade perto da fronteira com o Iraque.

Desde o conflito desencadeado em 2011 na Síria, Israel efetuou centenas de raides contra as forças do regime sírio e ainda contra os seus aliados, o Irão e o Hezbollah libanês.

Numa carta dirigida esta semana ao Conselho de Segurança, o embaixador de Israel na ONU pediu uma "ação imediata para retirar as forças iranianas do território sírio".

Segundo o OSDH, na noite de terça para quarta-feira, oito combatentes pró-Irão foram mortos em raides aéreos perto de Damasco.

E no passado sábado, perto de Boukamal, os bombardeamentos aéreos atribuídos a Israel mataram "oito iraquianos e seis afegãos" que integravam milícias pró-Irão, segundo informações recolhidas pelo OSDH.

O conflito sírio, desencadeado em 2010 pela repressão de manifestações pró-democracia, complicou-se ao longo dos anos com o envolvimento de múltiplos atores e de potências estrangeiras.

Esta guerra já provocou mais de 380.000 mortos e milhões de deslocados e refugiados.

Leia Também: Registados dois ataques aéreos israelitas na Síria

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório