Meteorologia

  • 24 JANEIRO 2021
Tempo
14º
MIN 12º MÁX 17º

Edição

Turquia. 337 pessoas condenadas a prisão perpétua por tentativa de golpe

Um tribunal de Ancara condenou hoje a penas de prisão perpétua no total 337 pessoas, na maioria oficiais e pilotos militares, no principal julgamento relacionado com a tentativa de golpe falhado de 2016 na Turquia.

Turquia. 337 pessoas condenadas a prisão perpétua por tentativa de golpe
Notícias ao Minuto

13:09 - 26/11/20 por Lusa

Mundo Turquia

Essas pessoas foram consideradas culpadas em particular de "tentativa de derrubar a ordem constitucional", "tentativa de assassínio do Presidente" e "homicídios voluntários", relatou um jornalista da agência de notícias AFP no local.

A maioria dessas pessoas foi condenada a prisão perpétua "agravada". Isso inclui condições mais rígidas de detenção e substituiu a pena de morte abolida em 2004.

Hoje pela manhã o tribunal já tinha anunciado 27 condenações (que estão incluídas entre as 337) à prisão perpétua relacionadas a este julgamento.

Além disso, 60 pessoas foram condenadas a diferentes penas de prisão e 75 foram absolvidas no final deste julgamento, no qual compareceram cerca de 500 réus.

Entre as centenas de condenados estão pilotos que bombardearam vários importantes locais na capital, Ancara, como parlamento, e oficiais militares que lideraram o golpe na base militar de Akinci.

Este foi considerado o principal julgamento relativamente ao golpe fracassado de 15 a 16 de julho de 2016.

O Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, acusa o religioso Fethullah Gülen de ter planeado a tentativa de golpe.

Gülen, um ex-aliado do Presidente turco que reside nos Estados Unidos, nega qualquer envolvimento na tentativa de golpe.

Desde esta tentativa de golpe falhado, as autoridades perseguiram implacavelmente os apoiantes de Gülen numa escala sem precedentes na história moderna da Turquia.

Várias dezenas de milhares de pessoas foram presas e mais de 140.000 demitidas ou suspensas das suas funções.

As prisões continuam até hoje, embora o seu ritmo se tenha tornado menos intenso cinco anos após a tentativa de golpe.

Outros julgamentos, com um número ainda maior de réus, estão em andamento. Mais de 520 pessoas foram julgadas num processo relacionado às atividades da guarda presidencial durante a noite do golpe fracassado.

Nada menos que 289 julgamentos com ligação à tentativa de golpe já foram concluídos, enquanto outros 10 continuam.

Os tribunais já condenaram mais de 4.500 pessoas, impondo penas de prisão perpétua a mais de 3.000, segundo dados oficiais.

Leia Também: Turquia condena mais 27 pessoas a prisão perpétua por tentativa de golpe

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório