Meteorologia

  • 22 JANEIRO 2021
Tempo
14º
MIN 10º MÁX 15º

Edição

Papa pede que se faça mais pela dignidade da mulher

O Papa Francisco pediu hoje que se faça mais pela dignidade de cada mulher, numa mensagem na sua conta em espanhol no Twitter para assinalar o Dia Internacional pela Eliminação da Violência contra as Mulheres.

Papa pede que se faça mais pela dignidade da mulher

"Muitas vezes as mulheres são ofendidas, espancadas, violadas, induzidas a se prostituir ... Se queremos um mundo melhor, que seja uma casa de paz e não um tribunal de guerra, devemos todos fazer muito mais pela dignidade de cada mulher", escreveu o Papa.

Na primeira missa de 2020, Francisco denunciou na sua homilia a violência, a humilhação e as ofensas que as mulheres frequentemente sofrem e disse que a forma como são tratadas mede o nível de humanidade.

"Toda a violência infligida às mulheres é profanação de Deus, nascido de uma mulher. A salvação chegou à humanidade, a partir do corpo de uma mulher: pelo modo como tratamos o corpo da mulher, vê-se o nosso nível de humanidade", afirmou o Papa na altura.

Francisco referiu-se ainda a situações de exploração em que "muitas vezes os corpos das mulheres são sacrificados no altar profano da propaganda, do lucro, da pornografia" e lamentou que enquanto as mulheres são, nas suas palavras, "as fontes da vida", sejam continuamente ofendidas, espancadas, violadas, forçadas à prostituição" ou forçadas a fazer abortos.

O líder dos católicos disse ainda que uma conquista para as mulheres é "uma conquista para toda a humanidade".

Leia Também: Negacionistas são "incapazes de sair do seu pequeno mundo de interesses"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório