Meteorologia

  • 18 JANEIRO 2021
Tempo
MIN 5º MÁX 14º

Edição

"Escola não é lugar seguro". Denunciou assédio e agora enfrenta críticas

Nalinrat Tuthubthim, de 20 anos, fez alegações nas redes sociais de que teria sido assediada na escola há vários anos.

Nalinrat Tuthubthim tem 20 anos e está a chamar a atenção com alegações que fez nas redes sociais de que terá sido assediada sexualmente por um professor na escola que frequentava, na Tailândia. A jovem está a ser alvo de uma onda de críticas e poderá até enfrentar uma queixa-crime. 

O assunto está na ordem do dia no país, com Nalinrat a explicar à Agência Reuters que espera que o seu caso "consiga sensibilizar a sociedade, os alunos nas escolas, os adultos que mandam as crianças às escolas, os professores e o Ministério da Educação".

A agora estudante universitária voltou a estar no 'olho do furacão' este fim de semana durante um protesto em Banguecoque, onde se vestiu com um uniforme de escola, colocando uma fita a cobrir a boca. Fazia-se acompanhar por um cartaz onde se lia: "Fui abusada sexualmente por professores. A escola não é um lugar seguro". 

As críticas fizeram-se ouvir por Nalinrat estar a usar aquela roupa sem estar atualmente a frequentar o nível de ensino correspondente. Pareena Kraikupt, membro do parlamento tailandês, afirmou que "quando um 'não estudante' usa um uniforme escolar, quando chama tanta atenção da sociedade e das redes sociais, precisa de assumir a responsabilidade por isso e pelo que se segue".

Também em declarações à Reuters, Kraikupt adiantou que planeia entrar com uma ação na polícia contra a jovem de 20 anos por usar um uniforme escolar quando não é estudante, mas também uma investigação à escola que esta frequentou devido ao alegado ataque que Nalinrat diz ter sofrido.

Já o senador Somchai Sawangkarn condenou o facto de a estudante ter "prejudicado" a imagem da Tailândia e frisou que esta deverá ser punida se os factos que denunciou se revelarem falsos. 

Veja, na galeria acima, as imagens do protesto de Nalinrat Tuthubthim.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório