Meteorologia

  • 29 NOVEMBRO 2020
Tempo
14º
MIN 9º MÁX 14º

Edição

Erdogan diz que Turquia deteve e deportou 9 mil jihadistas

A Turquia deteve e deportou cerca de 9 mil jihadistas estrangeiros do Estado Islâmico desde o início do conflito na Síria em 2011, anunciou hoje o Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, num discurso proferido na cimeira do G20.

Erdogan diz que Turquia deteve e deportou 9 mil jihadistas
Notícias ao Minuto

18:58 - 22/11/20 por Lusa

Mundo Erdogan

"Somos o único país da NATO que está em contacto direto, cara a cara [com o Estado Islâmico] na Síria", disse Erdogan, reiterando o compromisso do país no combate ao terrorismo: "Estamos a fazer tudo o que podemos para eliminar a ameaça terrorista, prevenir disputas e reforçar a estabilidade. Embora tenhamos ficado sozinhos nisto, até agora prendemos quase 9.000 terroristas estrangeiros e deportámo-los para os seus países".

Desde a eclosão da guerra civil na Síria, em 2011, milhares de pessoas, entre as quais cidadãos europeus provenientes de países como Bélgica, França, Alemanha, Reino Unido e Espanha, têm utilizado a Turquia como ponto de passagem para viajar para a Síria.

Em condições normais, se os indivíduos envolvidos não tiverem mais ligações ao Estado Islâmico que não a intenção de se juntarem ao grupo armado na Síria, as autoridades turcas deportam os detidos de volta para os seus países de origem sem julgamento.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório