Meteorologia

  • 26 NOVEMBRO 2020
Tempo
MIN 8º MÁX 15º

Edição

Doente em estado terminal liga à polícia e revela crime cometido em 1995

Homem diz que precisava tirar "um peso do peito".

Doente em estado terminal liga à polícia e revela crime cometido em 1995

Um homem às portas da morte decidiu confessar um crime que cometeu há 25 anos.

Johnny Dwight Whited ligou à polícia e confirmou que era ele o autor do homicídio de Christopher Alvin Dailey, jovem de 26 anos, que foi encontrado sem vida em 1995.

O suspeito confessou o crime afirmando que precisava tirar este "peso do peito". O detective Sean Mukaddam, que foi quem atendeu a chamada, confessou ao New York Times que nunca lhe tinha acontecido nada assim.

Johnny, que se encontra em estado de saúde bastante debilitado, ligou confessando que matara um homem há 25 anos, contudo não soube precisar a data do crime, nem a identidade da vítima.A polícia começou a investigar todos os crimes ocorridos na década em causa, na zona de Decatur, no Alabama, EUA, e facilmente conseguiu associar o homem à morte de um jovem, a 26 de abril de 1995.

O homem encontrou-se depois com a polícia para ir até ao local do crime de forma a confirmar a suspeita da polícia. A polícia conta que Johnny se sentia envergonhado com o acontecido, não revelando todos os pormenores do crime.

Johnny, que se encontra em estado terminal, foi acusado de homicídio, e aguarda agora para ser ouvido em tribunal.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório