Meteorologia

  • 28 NOVEMBRO 2020
Tempo
10º
MIN 9º MÁX 16º

Edição

Havana e Bruxelas assinam acordo para mitigar impacto da Covid-19 em Cuba

Havana e Bruxelas selaram na sexta-feira um acordo que prevê um projeto para mitigar o impacto da pandemia de covid-19 em Cuba, financiado pela União Europeia (UE) com 1,5 milhões de euros.

Havana e Bruxelas assinam acordo para mitigar impacto da Covid-19 em Cuba
Notícias ao Minuto

06:30 - 21/11/20 por Lusa

Mundo Covid-19

O acordo de cooperação foi assinado no quadro do segundo Diálogo Político Cuba-UE sobre Desenvolvimento Sustentável, realizado virtualmente.

As delegações nas conversações foram lideradas pelo diretor-geral dos Assuntos Multilaterais e Direito Internacional do Ministério dos Negócios Estrangeiros cubano, Rodolfo Reyes, e pelo diretor para a América Latina e Caraíbas da Direção-Geral para a Cooperação e Desenvolvimento Internacional da Comissão Europeia, Jolita Butkeviciene.

Nesta reunião, que deu continuidade ao diálogo realizado a 16 de Abril de 2019 no âmbito do Acordo de Diálogo Político e Cooperação entre Cuba, a União Europeia e os seus estados membros, foram discutidas as prioridades comuns sobre Desenvolvimento Sustentável, de acordo com o 'site' oficial Cubaminrex.

Em particular, abordaram mudanças urgentes para inverter o aquecimento global, estratégias para a transição para uma economia do conhecimento baseada na inclusão social, e o papel dos sistemas de saúde e do desenvolvimento biotecnológico na abordagem da pandemia da covid-19.

A delegação cubana apresentou os resultados do país das Caraíbas na implementação da 'Task Life', um plano de medidas aprovado pelo Governo cubano em 2017 para minimizar os efeitos das alterações climáticas. Ambas as partes reafirmaram o seu empenho na cooperação internacional nesta área e no apoio ao Acordo de Paris.

Além disso, salientou-se que o embargo económico aplicado pelo governo dos EUA à ilha é o principal obstáculo ao cumprimento da Agenda 2030 e dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, bem como à implementação do Plano Nacional para o Desenvolvimento Económico e Social até ao mesmo ano.

Há pouco mais de um mês, representantes de Cuba e da UE realizaram outra reunião bilateral no âmbito do ADPC, na qual discutiram a questão do "Desarmamento e Não-Proliferação de Armas de Destruição Maciça".

A próxima reunião entre representantes de Havana e do bloco europeu, que encerrará o ciclo, será uma reunião de alto nível em Bruxelas antes do final de 2020.

Cuba e a UE relançaram as suas relações com a assinatura, em 2016, do histórico Acordo de Diálogo Político e Cooperação, provisoriamente em vigor desde Novembro de 2017.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório