Meteorologia

  • 08 DEZEMBRO 2021
Tempo
15º
MIN 12º MÁX 15º

Edição

Joe Biden: "Acredito que estamos encaminhados para ganhar esta eleição"

O candidato democrata fez um pequeno discurso a partir de Delaware, onde apelou à paciência dos eleitores, reforçando a mensagem de que os resultados poderão não ser conhecidos até amanhã, quarta-feira. Donald Trump apressou-se a escrever no Twitter que estão a tentar "roubar" as eleições.

Joe Biden: "Acredito que estamos encaminhados para ganhar esta eleição"
Notícias ao Minuto

05:53 - 04/11/20 por Anabela Sousa Dantas 

Mundo Presidenciais nos EUA

"A vossa paciência é louvável", disse esta quarta-feira de madrugada Joe Biden, o candidato democrata às eleições presidenciais norte-americanas, naquela que foi a sua primeira comunicação ao país depois de encerradas quase todas as urnas, mas numa altura em que ainda falta contar milhões de boletins de voto.

"Acredito que estamos encaminhados para ganhar esta eleição", indicou o democrata, sublinhando que o voto antecipado sem precedentes indicava que os resultados seriam demorados. "Temos que ser pacientes, até que termine o duro trabalho de contar os votos, até que cada boletim de voto esteja contado", afirmou, junto à sua sede de campanha, em Wilmington, no estado de Delaware, onde cresceu e pelo qual foi eleito senador.

Joe Biden garantiu que estão "confiantes com a situação atual", indicando esperar resultados positivos no estado do Arizona e do Minnesota (onde leva vantagem do adversário, nesta altura) e mantendo optimismo em relação à Georgia (faltam contar 830 mil votos), Wisconsin (faltam contar 1 milhão de votos) e Michigan (faltam contar 2.4 milhões de votos).

"E já agora - vai demorar a contar os votos - mas vamos ganhar na Pensilvânia", acrescentou, sobre um dos estados cuja contagem de votos promete demorar mais, por causa do voto por correspondência. Apenas 75.000 dos 350.000 votos recebidos por correio na Filadélfia serão considerados na primeira fase da contagem, anunciou esta madrugada a comissária eleitoral.

Joe Biden tentou, assim, transmitir uma mensagem de segurança e otimismo, remetendo o resultado eleitoral para o dia de quarta-feira. O atual presidente, Donald Trump, viu esta declaração como uma tentativa de "roubar" a eleição. "Estamos à frente em grande, mas estão a tentar ROUBAR a eleição. Nunca iremos deixá-los fazê-lo. Os votos não podem ser feitos depois das urnas fechadas", escreveu Donald Trump segundos após o final do discurso.

O presidente norte-americano tem sido muito crítico da possibilidade de não se conhecer o resultado eleitoral na noite de eleições. Alguns especialistas citados pela imprensa norte-americana avisam, no entanto, que as queixas não passam de mais uma tentativa de retirar legitimidade ao resultado, explicando que nunca foram conhecidos resultados finais na própria noite eleitoral.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

;
Campo obrigatório