Meteorologia

  • 04 DEZEMBRO 2020
Tempo
13º
MIN 6º MÁX 15º

Edição

As imagens e tudo o que se sabe do ataque à faca em Nice

O ataque ocorreu dentro e ao redor da Basílica de Notre Dame, em Nice, e fez pelo menos três mortos. Veja as imagens do local na galeria.

Um ataque à faca que ocorreu dentro e ao redor da basílica de Notre-Dame de l'Assomption, na cidade francesa de Nice, resultou na morte de pelo menos três pessoas, duas mulheres e um homem, e vários feridos, segundo fontes policiais.

O incidente ocorreu pelas 9h (8h, em Lisboa) e a primeira vítima, uma das mulheres, terá sido decapitada dentro do edifício religioso, enquanto a outra mulher terá sido morta em frente à basílica depois de se ter refugiado dentro de um café. O homem foi mortalmente esfaqueado e seria o guardião da igreja.

O autarca de Nice, Christian Estrosi, que está a acompanhar as operações, referiu ainda que "tudo aponta para um ataque terrorista".

O atacante foi detido pela polícia e transportado para o hospital depois de ter sido baleado durante a detenção. As autoridades acreditam que o agressor agiu sozinho e a polícia não está à procura de outros atacantes, disseram dois polícias à agência de notícias AP, sob condição de anonimato.

"Ele (o agressor) gritou 'Allah Akbar! (Deus é grande)' repetidas vezes, mesmo depois de ter sido ferido", disse o autarca de Nice, Christian Estrosi, à televisão BFM, acrescentando que "o significado do seu gesto não deixa dúvidas" de que foi um ataque terrorista.

O ataque de hoje ocorreu a menos de um quilómetro do local onde, em 14 de julho de 2016, outro agressor atingiu uma multidão com um camião, no Dia da Bastilha, matando dezenas de pessoas.

Governo francês eleva nível de alerta terrorista

O ministro do Interior, Gerald Darmanin, anunciou no Twitter a realização de uma "reunião de crise" e o primeiro-ministro Jean Castex, deixou a Assembleia Nacional, onde se encontrava a debater as novas medidas sanitárias de combate à epidemia de Covid-19 para fazer parte do encontro. Na sequência da reunião, foi elevado o nível de alerta terrorista em todo o país.

O presidente francês, Emmanuel Macron, por sua vez, já se deslocou a Nice e qualificou como "um ataque terrorista islâmico" o atentado ocorrido hoje de manhã. "Não cederemos mais", afirmou Macron, numa declaração no local, anunciando também que o dispositivo militar de segurança passará de 3.000 para 7.000 soldados no país.

Mais dois ataques

Entretanto, em Avignon, teve lugar um segundo ataque. O suspeito, que terá tentado ferir polícias, foi abatido. Não se sabe se os ataques estarão relacionados.

Também esta manhã,  as forças de segurança sauditas detiveram um cidadão que atacou um guarda do consulado francês na cidade de Jiddah, na Arábia Saudita, com um objeto pontiagudo, deixando-o com ferimentos ligeiros, informou a agência oficial saudita SPA.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório