Meteorologia

  • 27 OUTUBRO 2021
Tempo
17º
MIN 14º MÁX 25º

Edição

Estado australiano foco da pandemia sem casos nas últimas 24 horas

O estado australiano de Vitória, foco da segunda vaga da pandemia de covid-19 no país nos últimos meses, não registou novos casos nas últimas 24 horas, anunciaram hoje as autoridades.

Estado australiano foco da pandemia sem casos nas últimas 24 horas
Notícias ao Minuto

06:15 - 26/10/20 por Lusa

Mundo Covid-19

Apesar da eficácia das medidas para conter a primeira vaga da doença causada pelo novo coronavírus, Melbourne, a capital de Vitória, no sudeste do país, sofreu um surto de casos no verão, sobretudo devido à negligência em hotéis onde as pessoas regressadas do estrangeiro cumpriram a quarentena obrigatória.

Os cinco milhões de habitantes de Melbourne foram sujeitos a severas restrições, incluindo um recolher obrigatório noturno que foi levantado no final de setembro, após quase dois meses.

Os residentes foram obrigados a permanecer em casa e só podiam circular num raio de cinco quilómetros.

Algumas restrições foram levantadas na semana passada, permitindo aos habitantes jogar golfe ou cortar o cabelo.

Mas a pressão está a aumentar para um levantamento mais amplo das restrições à medida que o número de casos diminui.

Hoje foi a primeira vez, desde o início de junho, que o estado não registou quaisquer novos casos. O confinamento foi decretado em julho, quando o número de novos casos era de cerca de 190 por dia. Este número subiu para 700 em agosto.

O uso de máscara continua a ser obrigatório, os restaurantes só podem ser utilizados para 'take away', as lojas não essenciais não foram autorizadas a reabrir, e é proibido sair de Melbourne e dos seus arredores, ou viajar a mais de 25 km de casa.

A Austrália, com uma população de 25 milhões, teve aproximadamente 27.500 casos desde o início da pandemia e 905 mortes devido à covid-19.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 1,1 milhões de mortos e quase 42,7 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório