Meteorologia

  • 05 DEZEMBRO 2020
Tempo
MIN 5º MÁX 13º

Edição

Milhares em protesto na Polónia contra leis restritivas de aborto

Os protestos seguem-se ao acórdão do Tribunal Constitucional contrário ao aborto por malformação do feto, uma das poucas opções para a interrupção legal da gravidez na Polónia.

Milhares de pessoas protestaram em várias cidades polacas, este sábado, pelo terceiro dia consecutivo contra a decisão do Tribunal Constitucional de tornar o aborto praticamente impossível no país. Os manifestantes reagem assim ao acórdão de quinta-feira, que declara inconstitucional a interrupção da gravidez por malformação do feto. Com esta decisão, a possibilidade de aborto legal ficou reduzida aos pressupostos legais de violação, incesto e grave risco para a saúde da mãe.

A decisão foi duramente criticada pelos defensores dos Direitos Humanos e milhares de pessoas juntaram-se nas ruas em protesto.

"Liberdade, Igualdade e direitos das mulheres", podia ouvir-se, segundo o relato feito pela Agência France-Presse. Nos cartazes podiam ainda ler-se slogans como "Desgraça!" ou "Guerra contra as Mulheres".

Os opositores à decisão têm pedido um referendo à medida, com alguns a anunciar que vão cortar o trânsito em todo o país na próxima segunda-feira.

Hoje em dia há menos de 2 mil abortos feitos de forma legal no país de 38 milhões de habitantes e a grande maioria foi feita devido à malformação do feto. Os grupos de direitos das mulheres estimam que durante esse tempo foram feitos cerca de 200 mil procedimentos ilegalmente ou no estrangeiro.

Veja as imagens dos protestos na galeria acima.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório