Meteorologia

  • 01 DEZEMBRO 2020
Tempo
16º
MIN 11º MÁX 18º

Edição

Mulheres e minorias estão sub-representadas na televisão nos EUA

Um estudo da Universidade da Califórnia, Los Angeles (UCLA), hoje divulgado, sublinha que as mulheres e as minorias raciais continuam a estar sub-representadas na televisão americana.

Mulheres e minorias estão sub-representadas na televisão nos EUA

Depois da primeira parte da análise 'Hollywood Diversity, 2020 Report - A Tale of Two Hollywoods', apresentado em fevereiro e focado apenas no cinema, a UCLA revelou hoje a segunda parte do estudo, que desta vez estuda a representação e diversidade nas temporadas televisivas de 2017-2018 e 2018-2019.

Partindo da premissa de que as minorias representavam 40,2% da população dos EUA em 2019, o estudo sublinha que, por exemplo, apenas 24% dos protagonistas de séries em canais tradicionais não eram brancos.

A situação era semelhante no caso dos protagonistas de séries em plataformas digitais (24,1% eram minorias).

A discriminação das minorias é mais evidente nas posições de responsabilidade nos bastidores, segundo o estudo.

Apenas 10,7% dos criadores de séries tradicionais pertenciam a minorias, enquanto o mesmo número de criadores de ficção em plataformas de cabo e digitais era de 14,5% e 10,3%, respetivamente.

O estudo acentuou que estes dados evidenciam uma melhoria em relação às análises dos anos anteriores, mas também insistiu que a televisão dos EUA ainda está longe de estar representada de uma forma diversa e igualitária.

Algo muito semelhante pode ser dito sobre a presença reduzida de mulheres no pequeno ecrã.

Embora as mulheres constituíssem mais de metade da população dos EUA na altura em que o estudo foi realizado, apenas 41,3% das protagonistas das séries em canais tradicionais eram mulheres.

Os dados são mais equilibrados em papéis de protagonistas em séries de TV por cabo (44,8% mulheres) e ficção em plataforma digital (49,4% mulheres).

Mais uma vez, segundo a análise feita, a discriminação foi mais notória em posições de poder: as mulheres estão abaixo dos 30% do número total de criadores de séries em canais tradicionais, plataformas digitais e televisão por cabo.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório