Meteorologia

  • 04 DEZEMBRO 2020
Tempo
13º
MIN 6º MÁX 15º

Edição

Polícia e grupos políticos no local do debate presidencial nos EUA

A poucas horas do debate presidencial na Universidade de Belmont, Nashville, grandes zonas do perímetro do edifício principal estão controladas enquanto alguns apoiantes se manifestam frente às barreiras policiais.

Polícia e grupos políticos no local do debate presidencial nos EUA

"É uma loucura estar aqui. O que eu penso fazer hoje é organizar algumas manifestações na cidade de apoio do nosso candidato Joe Biden e de Kamala Harris e depois ficar por aqui. Nós lutamos por serviços de saúde, pelos direitos das mulheres e contra o racismo enraizado na nossa sociedade que atinge as pessoas de cor e minorias", disse à Lusa John Miller, apoiante do Partido Democrata que segura um cartaz da campanha "Black Lives Matters". 

Os democratas que esperam na rua o início do debate presidencial esperam que seja uma "transmissão" diferente do primeiro frente-a-frente e que os assuntos sejam "esclarecedores" e falados com civismo em nome da "cidadania" e da defesa dos diretos básicos.

"Todos nós somos emigrantes ou filhos de emigrantes. Todos aqui viemos de outros lugares e, por isso, queremos defender os direitos daqueles que vêm de fora", diz o mesmo manifestante.

Ao mesmo tempo, um grupo evangélico com um sistema de amplificação de som difunde a mensagem de que para lutar contra a pandemia do novo coronavírus que afeta fortemente os Estados Unidos "as pessoas devem pedir ajuda direta a Jesus" enquanto outros erguem cartazes "contra o aborto" que consideram "crime contra a humanidade".

Quando as palavras de ordem começam a subir de tom e se verificam insultos entre os apoiantes dos dois candidatos a polícia intervém pedindo calma mas até ao momento não se verificaram nem distúrbios.

"Aqui as pessoas têm de ter calma e saber que uns e outros podem falar livremente, sem insultos", diz um agente da polícia no meio da rua quando os insultos se intensificam.

Os temas que vão ser debatidos entre Donald Trump e Joe Biden não se conhecem sendo que os apoiantes dos dois candidatos esperam que sejam analisados os assuntos que também têm marcado os últimos dias da campanha eleitoral.

Os democratas querem ouvir os candidatos sobre o racismo, as políticas de saúde e em particular a falta de medidas contra a pandemia.

Os republicanos esperam que se fale da economia que dizem ser "estável" assim como querem ouvir o o presidente falar sobre "segurança".

Na cidade de Nashville, estado de Tennessee, o candidato do Partido Republicano consegue vantagem em algumas sondagens publicadas hoje, sendo que uma delas indica que Trump consegue - na cidade - 54,3% dos votos e Joe Biden 40,9%. 

A maior parte das pessoas que cruza a zona frente ao edifício onde vai decorrer o debate presidencial são estudantes, sendo que os manifestantes vão mudando de localização à volta do prédio principal da universidade.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório