Meteorologia

  • 25 NOVEMBRO 2020
Tempo
10º
MIN 9º MÁX 15º

Edição

Advogado de Trump filmado a tocar nos genitais na presença de jornalista

Rudy Giuliani foi um dos apanhados por Sacha Baron Cohen no seu novo filme.

Advogado de Trump filmado a tocar nos genitais na presença de jornalista

O antigo presidente da câmara de Nova Iorque Rudy Giuliani é um dos visados pelo novo 'mockumentary', ou falso documentário, de Sacha Baron Cohen, onde é filmado a tentar seduzir uma jovem que lhe é apresentada como uma jornalista.

Giuliani, atual advogado pessoal de Donald Trump, surge nas imagens, captadas para o filme sem o seu conhecimento, a mexer nas calças e a tocar nos órgãos genitais, enquanto está sentado numa cama, na presença da atriz que interpreta a filha de Borat no filme, mas que ali finge ser uma jornalista de televisão.

Recorde-se que, assim como aconteceu no filme anterior, 'Borat Subsequent Movie Film' coloca pessoas reais em situações ficcionadas, ao estilo apanhados. Depois de ser entrevistado para um suposto programa de notícias conservador, Giuliani é convidado a tomar uma bebida num quarto de hotel com a 'jornalista'.

Depois da 'jornalista' lhe ter removido o microfone, o antigo mayor, de 76 anos de idade, pode ser visto na cama, a mexer nos genitais. O momento é interrompido pela entrada da própria personagem de Sacha Baron Cohen, 'Borat'.

Notícias ao MinutoImagem do filme© Reprodução

O Guardian tentou contactar os representantes do advogado, para pedir uma reação, mas não obteve resposta.

Recorde-se que o filme anterior, 'Borat: Lições Culturais na América para o Benefício da Gloriosa Nação do Cazaquistão', lançado em 2006, foi nomeado para um Óscar, de Melhor Argumento Adaptado, e arrecadou mais de 260 milhões de dólares (aproximadamente 222 milhões de euros) em todo o mundo.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório