Meteorologia

  • 01 DEZEMBRO 2020
Tempo
16º
MIN 11º MÁX 18º

Edição

Covid-19: Em dois meses ficou infetada duas vezes. Segunda quase a matou

Norte-americana admite ter "erradamente" acreditado que estava imune após a primeira infeção pelo novo coronavírus.

Covid-19: Em dois meses ficou infetada duas vezes. Segunda quase a matou

Leslie Tanyan foi infetada pelo novo coronavírus duas vezes. Se da primeira não sentiu praticamente nada, da segunda quase morreu, contou a norte-americana. 

A mulher, que vive em Oklahoma, passou três semanas nos cuidados intensivos até passar para um centro de cuidados devido aos danos nos pulmões causados pela infeção.

Em declarações ao WBFP, Leslie Tanyan, de 46 anos, diz que da primeira vez que soube que estava infetada quase não teve sintomas. No entanto, após quase dois meses de ter recuperado da primeira infeção, voltou a ficar doente e teve de ser levada para o hospital.

A norte-americana admitiu que "erradamente" acreditou estar imune por, pelo menos, alguns meses. 

Na altura, recordou, disse ao marido: "Temos de ir já para o hospital. Não consigo respirar". 

À chegada do hospital, os médicos mostraram-se relutantes a fazer um novo teste, uma vez que tinha passado pouco tempo desde a primeira infeção. "A Covid-19 é tão nova que eles próprios aprendem todos os dias", acrescentou.

Após três semanas a lutar pela vida no hospital, Tanyan apresentou dois testes negativos e passou para uma unidade de cuidados continuado, onde esteve durante um mês. O seu regresso a casa aconteceu na passada semana e o conselho que deixa a todos é bem claro: "Não baixem a guarda". 

O novo coronavírusinfetou 8,2 milhões de pessoas nos Estados Unidos, das quais 220.921 morreram.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório